Rede de esgoto chega para um Trecho da Florêncio de Abreu

Corsan providencia a implantação de 300 metros de rede de esgoto em trecho da Rua Florêncio de Abreu e servirá, principalmente a uma demanda de parte do Fórum...

613 0

Corsan providencia a implantação de 300 metros de rede de esgoto em trecho da Rua Florêncio de Abreu e servirá, principalmente a uma demanda de parte do Fórum Regional e moradores de um trecho da Av. Brasil

Complementação da rede esgoto na rua Florêncio de Adreu  - Foto: Marcos Demeneghi
Complementação da rede esgoto na rua Florêncio de Adreu – Foto: Marcos Demeneghi

 

Empreiteira trabalha na implantação de redes de esgoto sanitário na Rua Florêncio de Abreu, estes operários estão a serviço da Corsan. A intervenção naquele espaço urbano cumpre a finalidade de ampliar a rede de esgoto sanitário já existente no município. Na sexta-feira, dia 9, o trabalho seguia entre a Rua Três de Outubro e Av. Brasil, com o corte do asfalto para a abertura das valas i implantação dos canos. O trecho é de aproximadamente 305 metros e usará encanamento de esgoto DN 200.

“Vamos seguir até a Av. Brasil onde podemos ligar a outra tubulação já existente”, disse um dos trabalhadores da obra. João Corim que atua na superintendência da Companhia explica que esta obra vai resolver os problemas fluxo que existiam naquela região do teatro municipal, bem como permitir que os moradores da Av Brasil entre a Florêncio e a Venâncio usem a rede, inclusive o hotel.

Além de atender a esta demanda, a obra, que tem custo estimado em R$ 90 mil, vai resolver o problema de esgoto do fórum, que hoje só tem uma parte ligada na rede da Av. Venâncio Aires.

O SES – SIstema de Esgoto Sanitário

O sistema de esgoto sanitário de Santo Ângelo passa por um processo de ampliação e também foi necessário uma revisão do projeto geral, pois até o ano de 2030, 100% das residências deverão ter acesso ao serviço prestado pela Companhia, sendo este um dos maiores desafios da companhia desde o ano de 2010.

O planejamento tem enfrentado uma série de barreiras, desde a concepção geral da engenharia de esgotamento sanitário que estava desatualizado e havia sido elaborada na década de 80, até questões relacionadas ao cumprimento dos contratos, por parte das empreiteiras.

O SES – Sistema de Esgotamento Sanitário é um documento técnico que leva em conta o crescimento do município, questões de cunho ambiental e técnicos, considera as características das bacias hidrográficas e tem relação direta com estudos ambientais e topográficos do município. Isso tudo porque o esgoto deve ser conduzido até a estação de tratamento de modo natural ou com o auxílio de bombas de recalque.

Neste artigo

Participe da conversa