Consulta Popular receberá demandas por aplicativo até terça-feira, dia 12

A Consulta Popular 2021/2022 é lançada pelo Corede Missões e está em fase de recebimento de sugestões de demandas por meio do aplicativo COLAB. Pelo celular e sem...

313 0

O processo da consulta iniciou em agosto e será desenvolvido em etapas até dezembro 2021. O orçamento do estado reservou o montante de R$ 30 milhões para rateio entre os COREDES. Saiba como participar…

A Consulta Popular 2021/2022 é lançada pelo Corede Missões e está em fase de recebimento de sugestões de demandas por meio do aplicativo COLAB. Pelo celular e sem sair de casa qualquer pessoa com título de eleitor pode dar sugestões e ideias de investimento regional até o dia 12 de outubro.
A verba deste ano é 50% maior que da edição anterior, mas para que os municípios tenham acesso aos recursos é necessário que a participação seja de, pelo menos, 2% do eleitorado. O orçamento foi fixado em R$ 30 milhões.

Etapa 01
A primeira etapa já está em andamento e é desenvolvida on-line. Necessita baixar o aplicativo COLAB e sugerir demandas para sua região, cumprindo os campos obrigatórios, sedo que, as áreas prioritárias estão resumidas em:

 

a) Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural;
b) Turismo;
c) Assistência Social;
d) Meio Ambiente e Infraestrutura;
e) Cultura;
f) Obras e Habitação;
g) Transporte;
h) Esporte e Lazer;
i) Desenvolvimento Econômico;
j) Inovação, Ciência e Tecnologia, e
k) Direitos Humanos.

A demanda mais curtida e comentada vai compor a cédula, mas também serão realizadas as Assembleias Regionais para eleição de outras propostas, melhorias das sugestões e análise das sugestões populares feitas pelo aplicativo.

O cidadão vai escolher uma das demandas da cédula no mês de novembro, na quinta etapa da consulta. Toda pessoa com título de eleitor tem direito a votação que pode ser feita no aplicativo ou no site https://planejamento.rs.gov.br/consulta-popular. Será das 7h do dia 22 de novembro às 23h59min do dia 30 de novembro de 2021.

O valor destinado para a consulta popular deste ano de R$ 30 milhões, recursos que serão rateados entre os COREDES para investimentos de interesse regional.

NOVA CONSULTA POPULAR-1

Neste artigo

Participe da conversa