“Viver viajando pelo mundo da leitura”

O projeto “Ler é... Viver viajando pelo mundo da leitura” está em andamento no município e com ele, uma série de ações que visam despertar o prazer da...

389 0

Viajando pelo mundo da leitura   As Bibliotecas das Escolas Municipais estão em processo de revitalização. O projeto “Ler é… Viver viajando pelo mundo da leitura” está em andamento no município e com ele, uma série de ações que visam despertar o prazer da leitura nas crianças da rede municipal de educação. As bibliotecas existentes estão sendo reorganizadas, o projeto também está criando cantinhos de leitura nas salas de aula, bibliotecas móveis e também treinando professores e auxiliares de bibliotecas que trabalham diretamente com a literatura infantil.
O projeto está sendo implementado pela Secretaria de Educação do Município e coordenado pela professora e escritora de literatura infantil, Jussara Carvalho Graffunder. O projeto já alcançou 17 bibliotecas das escolas de Ensino Fundamental e três bibliotecas das escolas de Educação Infantil. A rede municipal tem 41 escolas, sendo que 20 delas dedicam-se ao ensino fundamental e 21 delas a educação Infantil. Contudo, a Secretaria de Educação do Município tem a missão de universalizar as bibliotecas até o ano de 2020.
“Ler é… Viver viajando pelo mundo da leitura” é um projeto que também está em andamento para dar cumprimento a lei federal 1.244/2010 que determina, em outras palavras que todas as escolas de ensino básico do país devem possuir uma biblioteca a disposição da comunidade escolar.
Jussara Graffunder disse que as bibliotecas não podem ser depósitos de livros. Os acervos devem estar organizados de modo acessível e lúdico para despertar o interesse para a leitura. A coordenadora do projeto acredita que a leitura tem o poder de influenciar em todo o processo de aprendizagem, melhorando o IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.
No ano de 2018 já foi possível implementar a “Mala Viajante” que leva as obras literárias para perto dos alunos, em locais onde não há biblioteca. No ano de 2019 Jussara pretende criar o “Book Truck” uma representação de caminhão de livros que serve de biblioteca móvel dentro das escolas. Para efetivar este projeto, ela pretende conseguir o apoio de empresários e pessoas interessadas em fomentar a leitura nas escolas.
Realizou-se no dia 9, à noite no auditório da Secretaria Municipal de Educação mais uma ação do projeto. A coordenadora professora Jussara Graffunder, desenvolveu a oficina de contação de histórias “Quem conta um conto aumenta o encanto”, com teoria e prática sobre a arte de contar histórias e sua importância no processo de ensino. Mensalmente estão sendo realizados encontros com os auxiliares de bibliotecas para que possam trabalhar no mesmo foco, atendendo as especificações do projeto.
O projeto prevê ainda: Desenvolvimento de projetos literários com alunos, professores e comunidade escolar, cadastramento de todos os alunos na Biblioteca Pública Municipal, momentos de “contação de histórias” e a formação continuada dos professores e auxiliares.

Neste artigo

Participe da conversa