Santo Ângelo entra na “Bandeira Laranja” e serviço de buffet fica proibido

Decreto com novas medidas é assinado pelo prefeito. Foram feitas adequações às medidas do Estado contra a COVID-19 estabelecem uso obrigatório de máscara e proíbe bufês em restaurantes...

328 0

O prefeito Jacques Barbosa assinou na manhã desta quinta-feira, dia 14, decreto complementar adequando Santo Ângelo ao sistema de Distanciamento Controlado com medidas de prevenção e enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus disciplinado pelo Governo do Estado. O município foi classificado pelo Estado na “bandeira laranja”, ou seja, definido como de risco médio para a propagação da COVID-19 e, portanto, novas medidas foram anunciadas.

 

Entre as medidas complementares aos decretos municipais anteriores estão à obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial em recintos coletivos, público ou privado, em vias públicas ou em ambiente fechado, no território de Santo Ângelo, e a proibição do funcionamento da modalidade bufê nos restaurantes. A partir do decreto, os estabelecimentos deverão disponibilizar um funcionário para servir as refeições do tipo prato servido.

 

Também foi fixado o percentual máximo de 25% da capacidade do espaço para a realização de missas e serviços religiosos e academias de musculação; e reduzido de 70 para 50% a taxa de ocupação dos hotéis e similares.

 

Medidas sanitárias de prevenção como a higienização dos locais com circulação de pessoas como estabelecimentos comerciais, de prestação de serviços, industriais, órgãos públicos e no transporte coletivo ou individual de passageiros; distanciamento interpessoal de dois metros e observância do distanciamento social, restringindo a circulação, visitas e reuniões presenciais; estão mantidas.

 

“Estamos atentos e adotando medidas urgentes e excepcionais de modo a garantir a prevenção à saúde da população, trabalhando de todas as formas para evitar a propagação do vírus em Santo Ângelo. Temos a situação sobre controle, mas continuamos estabelecendo critérios de proteção à saúde”, assinalou o prefeito Jacques.

 

Na avaliação do chefe do Executivo o uso obrigatório de máscaras de proteção ganhou a adesão da população, assim como a preocupação com a higienização pessoal e dos recintos, e tem sido aspectos positivos na luta contra a disseminação do novo Coronavírus em santo Ângelo.

Neste artigo

Participe da conversa