Luz para o “Augusto”

Iniciou a obra de reforma da rede de energia elétrica e implantação de uma subestação na Escola Estadual Augusto do Nascimento e Silva, o prazo de conclusão é...

223 0

Iniciou o processo de instalação de uma subestação e a reforma da rede de energia elétrica da Escola Estadual Augusto do Nascimento e Silva. Na tarde de quinta-feira, dia 1º, um poste e um transformador foram implantados, indicando que, o problema de falta de energia que impactava na rotina dos estudantes será gradativamente solucionado.
A assessora de obra das 14ª CRE – Coordenadoria Regional de Educação, Lili Elaine Steinke, acredita que durante o processo de implantação da nova rede, a energização de alas da escola seja restabelecidas aos poucos, mas esclarece que, tudo depende de questões técnicas de responsabilidade da empresa executante.
O trabalho envolve recursos na casa de R$ 310 mil e iniciou no dia 18 de julho. A assessora lembra que existe um prazo de execução da obra, todo o trabalho será realizado em quatro etapas, a primeira delas será concluída em 30 dias, a seguinte em 60, e assim sucessivamente até 120 dias.
A rede elétrica da Escola foi interditada no final do mês de abril, quando foi percebida fumaça e um estrondo próximo da sala onde fica a secretaria e salas de aula. Diante do ocorrido as aulas foram suspensas, até que a Direção da Escola, Conselho Escolar, Círculo de Pais e 14ª CRE – Coordenadoria Regional de Educação resolveram dar continuidade ao ano letivo, mesmo sem energia elétrica, os alunos do noturno foram remanejados para outras escolas.

Rede elétrica no Colégio Augusto Nascimento e Silva (6) (Copy)

Neste artigo

Participe da conversa