“Águas de março”

Residências foram alagadas nos bairros Olavo Reis e União. Duas galerias das redes de esgoto doméstico e pluvial de Santo Ângelo também desabaram e causaram transtornos

527 0

54432256_2377120955852112_5491881794137489408_nA chuvarada que superou os 100 milímetros ontem, causou alagamentos na cidade. Segundo o chefe da Defesa Civil de Santo Ângelo, Adelar Cavalheiro, algumas residências foram alagadas nos bairros Olavo Reis e União. Duas galerias das redes de esgoto doméstico e pluvial de Santo Ângelo também desabaram e causaram transtornos na esquina da Avenida Venâncio Aires com a Rua Três de Outubro.
Além disso, Cavalheiro destacou que antigos pontos de alagamento também apresentaram problemas. No entanto, Adelar ressaltou que já estão sendo iniciadas obras de drenagem com colocação de tubulação e bocas de lobo para escoar a água. Já as galerias estão sendo consertadas por equipes da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos e técnicos da Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN).

CHUVA JÁ SUPEROU
A MÉDIA HISTÓRICA
A chuva que caiu em Santo Ângelo neste mês de março já superou a média histórica mensal. Desde o início do mês até agora já choveu 255 milímetros, sendo que a média histórica para o mês é de 118 milímetros. Para hoje, ainda são esperadas pancadas de chuva na cidade e região. Entretanto, de menor intensidade em relação à chuva de ontem.
Para a quinta-feira, o tempo limpa e o sol aparece ao longo do dia.
Em relação às temperaturas, as mínimas ficam na casa dos 15 graus e a máxima chega aos 29 graus, no decorrer da semana.Alagamento na Rótula do Motel (Copy)

Neste artigo

Participe da conversa