Agravamento da pandemia cancela o recolhimento do lixo eletrônico

Em virtude do agravamento da situação da pandemia, com elevado número de casos e internações hospitalares e a necessidade de novas medidas restritivas, a ação de recolhimento do...

273 0
Gráfico elaborado pela redação do Mensageiro (Marcos Demeneghi)
Gráfico elaborado pela redação do Mensageiro (Marcos Demeneghi)

Em virtude do agravamento da situação da pandemia, com elevado número de casos e internações hospitalares e a necessidade de novas medidas restritivas, a ação de recolhimento do lixo eletrônico agendada para sábado (22) foi cancelada

A campanha ocorre, pelo menos, duas vezes por ano com a parceria de diversas entidades e apoiadores: Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), Fecomércio-RS, Sindilojas Missões, Acisa, CDL, Lions Clube, URI Santo Ângelo, Brigada Militar e 1º Batalhão de Comunicações, Unimed Missões, Corsan, Natussómos, entre outras entidades.

Em média, cada campanha alcança mais de 25 toneladas de lixo, mas em uma única ação, quando também foi aberto para eletrodomésticos da linha branca, chegou a ser recolhido 80 toneladas, em uma única ação.

Em suma, a campanha já é reconhecida pela população que se habituou a usar a oportunidade de descartar corretamente os eletrônicos acumulados em suas residências. Mesmo assim, ainda é possível visualizar em diversos locais da cidade material deste tipo descartado de modo indevido.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Francisco da Silva Medeiros, informou que será reagendado um outro dia para o recolhimento, tão logo a situação permita.

Neste artigo

Participe da conversa