Precarização do atendimento presencial no IPÊ chega à Câmara de Vereadores

Segurados do IPÊ Saúde em Santo Ângelo e outras cidades do interior gaúcho encontram dificuldade de atendimento e a situação se agrava desde o ano de 2019. Em...

268 0
Audiência na Câmara de Vereadores sobre a situação do atendimento do IPE na agência de Santo Ângelo - Foto : Fernando Gomes
Audiência na Câmara de Vereadores sobre a situação do atendimento do IPE na agência de Santo Ângelo – Foto : Fernando Gomes

Segurados do IPÊ Saúde em Santo Ângelo e outras cidades do interior gaúcho encontram dificuldade de atendimento e a situação se agrava desde o ano de 2019. Em novembro daquele ano, o Mensageiro denunciou o caso, pois o  atendimento já era realizado somente nas segundas e quartas-feiras. A situação de descaso com os segurados piorou quando se efetivou a aposentadoria da única servidora titular e com o inicio da pandemia em 2020

 

A dificuldade de acesso dos segurados às agências do interior do Estado se tornou algo insustentável. A falta de renovação do quadro funcional e o não preenchimento das vagas deixadas por estes servidores que se aposentaram, em um primeiro momento forçou o deslocamento de pessoal de municípios vizinhos, há relatos da redução na capacidade de atendimento e nos dias de abertura das agências em Catuípe, Santo Ângelo, São Luiz Gonzaga, Panambi, Ijuí, Cruz Alta, entre outros.

A cerca de 70 dias, Júlio Ruivo, assumiu como novo presidente do IPE Saúde e nesta semana depois de uma audiência na Câmara de Vereadores o município se manifestou com o interesse de efetivar um termo de cooperação entre o Município e o Instituto. O assunto foi levantado na Câmara de Vereadores com aprovação de requerimento apresentado pelos vereadores Maurício Loureiro (PDT), Vando Ribeiro (MDB) e Nivaldo Langer de Moura (PP) manifestando preocupação com a falta de atendimento presencial na regional do IPE de Santo Ângelo.

Diagnóstico da situação

Ruivo disse que desde que assumiu o cargo está focado em elaborar um diagnóstico da situação e, que a partir de agora, pretende começar a encaminhar soluções para os problemas que foram detectados e que o atendimento presencial nas regionais e a maior oferta de atendimento médico especializado são algumas das preocupações principais.

O termo de cooperação técnica pode refletir na reabertura do atendimento presencial e, também, na ampliação do atendimento prestado aos usuários do IPE Saúde em Santo Ângelo.

A audiência foi presidida pelo vereador Nader Awad, contando com as presenças de Jacques e Ruivo; deputado estadual Eduardo Loureiro; secretário municipal de Saúde, Flávio Christensen; secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Hélio Costa; chefe de gabinete Airton Peruzzi; vereadores e representantes de sindicatos locais cujos associados são atendidos pelo IPE Saúde.

Neste artigo

Participe da conversa