Educação Municipal vai incentivar a leitura e o planejamento financeiro

Diretores e coordenadores de escolas da Rede Municipal de Ensino receberam orientações e o material para iniciarem o projeto “Deixa que eu conto”, será desenvolvido em parceria com...

543 0

IMG_3703 (Copy)Projeto de educação financeira “Deixa que eu conto”, vai trabalhar com os alunos da rede municipal de ensino saberes de economia e incentivar a leitura, ao mesmo tempo. O projeto foi lançado para diretores e coordenadores de 18 escolas na manhã da última segunda-feira, dia 17, no auditório da Secretaria Municipal de Educação. Além da presença dos representantes das escolas, contou com a fala do prefeito, Jacques Barbosa, do secretário de educação Valdemir Roepke e da coordenadora do projeto, Jussara Carvalho.
Doze semanas separam os alunos da rede municipal de educação de um evento literário que contará com a presença da escritora de literatura infantil Leia Cassol (65 obras) e Johnny Pedra (3 obras). Os alunos iniciarão uma programação financeira para adquirir as obras dos autores realizando um planejamento, para isso, ganharão um cofrinho personalizado com a logo do projeto e os professores trabalharão o tema com eles.
No dia do evento literário, os autores farão uma sessão de autógrafos e os alunos poderão adquirir os livros com as economias guardadas no cofrinho durante o período que antecedeu o encontro. Dezoito escolas da rede pública municipal aderiram a este Programa Literário e de Educação Financeira. Portanto, a ideia é incentivar os alunos a pouparem e a investirem em livros.
O Secretário Valdemir Roepke (Nanaco) falou sobre a importância da leitura que tem sido incentivada nas escolas municipais. Ele afirma que desde o ano de 2017 os alunos dedicam uma hora atividade por semana, exclusivamente para a leitura, sendo que este projeto se soma a iniciativa já protagonizada pela equipe.
O prefeito Jacques Barbosa aproveitou para explicar sobre a importância de inserir no projeto pedagógico das escolas assuntos como: Cidadania, empreendedorismo e gestão financeira. Na presença dos diretores e coordenadores de escolas, aproveitou para falar como funciona o FPM – Fundo de Participação dos Municípios e reforçou a necessidade de promover entre os alunos a cidadania, seja ela, exigindo a nota fiscal na hora da compra ou preservando o patrimônio público, concluindo que na atual gestão a campanha “Cidadão Premiado” está sendo incentivada.
“Temos que preparar toda essa geração que está vindo para o empreendedorismo e a inovação, tendo em vista que, os empregos formais são cada vez mais escassos em nossa sociedade”. Outra iniciativa neste sentido é uma parceria que a prefeitura está fechando com o SEBRAE. Será implantado um projeto piloto sobre educação empreendedora, inicialmente, em escolas da rede municipal.

IMG_3743 (Copy)

 

Neste artigo

Participe da conversa