Santo Ângelo ganhará pórtico no acesso à cidade

O Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania, está empenhando R$ 1 milhão para a construção de um pórtico em Santo Ângelo, recursos articulados pelo prefeito Jacques...

680 0

O Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania, está empenhando R$ 1 milhão para a construção de um pórtico em Santo Ângelo, recursos articulados pelo prefeito Jacques Barbosa e lideranças do MDB local com o deputado Osmar Terra (MDB), ex-ministro da Cidadania, que abriga em sua estrutura a pasta da Cultura.

A instalação de um pórtico elevando à cultura missioneira no acesso à cidade é um antigo anseio dos setores voltados ao turismo da Capital das Missões e a sua construção deverá impulsionar a circulação de turistas, ampliando a capacidade de geração de emprego e renda do município.

O anúncio foi feito pelo prefeito Jacques na tarde da última quarta-feira, dia 20 e na presença dos vereadores Vinicius Makwitz, Dionísio Faganello e Vando Nolasco; da assessora parlamentar, Nara Damião; dos secretários municipais do Planejamento, José Carlos Ferraz, e da Indústria e Comércio, João Baptista Santos da Silva; do operador de turismo, Romaldo Melher; do arquiteto e urbanista Faylo Ribeiro; do advogado João Cristino Fioravante; e do artista plástico Tadeu Martins, que fará o projeto do pórtico.

3-i-Audiência Tadeu Martins projeto turismo-foto fernando gomes (Copy)

 

Na reunião foram debatidas questões como a área para a localização do pórtico e a formatação do projeto que, segundo Tadeu Martins, deverá ter como elementos a Cruz Missioneira, o Santo Anjo Custódio e as reduções jesuítico-guaranis. As ideias serão compiladas e o projeto será apresentado às lideranças nas próximas semanas.

De acordo com o prefeito, os recursos do Governo Federal serão empenhados pelo Ministério da Cidadania e devem ser liberados após a aprovação do projeto de Santo Ângelo pelos técnicos da União.

Jacques argumentou que Santo Ângelo é um dos raros municípios que não tem a Cruz Missioneira – o símbolo máximo das Missões – no acesso à cidade, lembrando que com a emancipação de Entre-Ijuís, a cruz permaneceu no entroncamento da ERS 344 e da BR 285, passando a pertencer à cidade vizinha.

Num primeiro momento, as lideranças decidiram pela instalação do pórtico na ERS 344, próximo ao trevo de acesso pela Avenida Ipiranga, com a destinação de uma ampla área para estacionamento, aberta aos visitantes. Também foi sinalizado que a área poderá servir de estacionamento para as centenas de ônibus de turismo que chegam a Santo Ângelo anualmente, em exploração ao potencial histórico e cultural da Capital das Missões.

Neste artigo

Participe da conversa