Santo Ângelo em Dança inicia nesta quarta-feira no parque de exposições

O 17º Festival Santo Ângelo em Dança inicia nesta quarta-feira, dia 16 e segue até o sábado, dia 19 de agosto. Sobem ao palco mais de 120 coreografias...

868 0

O 17º Festival Santo Ângelo em Dança inicia nesta quarta-feira, dia 16 e segue até o sábado, dia 19 de agosto. Sobem ao palco mais de 120 coreografias de danças com grupos vindos de diversos locais do Rio Grande do Sul e do Brasil, com estilos que variam entre danças urbanas, balé clássico, dança do ventre, estilo livre, jazz, dança contemporânea, balé clássico de repertório e dança estudante. Todas as atividades, neste ano, ocorrem no Parque de Exposições Siegfried Ritter.

Foto de @helena_keitell - Divulgada no Instagram do SAED 17ª Edição
Foto de @helena_keitell – Divulgada no Instagram do SAED 17ª Edição – Fotógrafo: @alceu.bett

 

As edições das amostras competitivas do 17º Festival Santo Ângelo em Dança serão nos dias 17,18 e 19, a partir das 18h, quando haverá premiações com troféus e medalhas. No sábado, à noite decisiva do festival premiará o melhor grupo do evento, de acordo com os resultados de todas as noites anteriores.

No dia 16 a agenda será movimentada com ensaios de palco das 8h às 12h e das 13h30min às 18h, na noite, seguem as atividades das 19h às 22h. Neste dia, também ocorrem às diversas oficinas programadas em horários divulgados no instagram @saed17edicao.

As oficinas gratuitas serão de Danças Urbanas com Jean Guerra; Aula de Superioga; Aula de Dança Contemporânea e Balé Clássico com Alyne Mach; Dança do Ventre e Jazz com Bruna Mühlen.

Nos dias 17, 18 e 19 as atividades de ensaios iniciam às 8h da manhã e encerram às 16h, reabrindo às 18, com amostra competitiva. Segundo a organização do evento, toda a infraestrutura técnica foi organizada para suprindo às necessidades e expectativas dos  dançarinos(as).

As amostras competitivas são sempre um espetáculo para o público e o acesso é mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível ou um agasalho em bom estado de uso. Toda arrecadação dos donativos será revertida para a Central do Bem.

No dia 18, após o término das apresentações haverá uma interação com a execução coletiva de uma coreografia produzida pelo jurado Jean Guerra. O palco da mostra competitiva será no pavilhão I.

Edição: Marcos Demeneghi | Jornalista

Neste artigo

Participe da conversa