Greve a 30 dias do final do ano letivo

Professores rejeitam o pacote de propostas que modifica o plano de carreira e propõe alterações na legislação que regulamenta a profissão

672 0

A maioria dos professores rejeitam o pacote de propostas que modifica o plano de carreira e propõe alterações na legislação que regulamenta a profissão no Estado do Rio Grande do Sul, por este motivo, a um mês do final do ano letivo, entram em Greve por tempo indeterminado. Na terça-feira, dia 19, alunos de 10 escolas da rede estadual já estavam sem aula e professores paralisados. Segundo a contabilidade do comando de greve, a adesão está mobilizando as maiores escolas de Santo Ângelo e estima-se que a paralisação represente 75%.
Na manhã de ontem um grupo de professores formavam um “comando de greve” e realizou visitas em escolas em funcionamento, o objetivo foi de sensibilizar os colegas para a necessidade de mobilização e defender direitos adquiridos, o roteiro de visitas foi para explicar os motivos da paralisação. Entre as escolas visitadas na manhã de terça-feira, estavam: Onofre Pires, Ulisses Rodrigues, Odão Felippe Pippi, entre outras.

RELAÇÃO DE ESCOLAS 100% PARALISADAS:
E.E.E.F. Edi Tereza Flores Lippert
Colégio Estadual Missões
Colégio Estadual Pedro II
E.T.E. Pres. Getúlio Vargas
E.E.E.F. Sparta de Souza
Colégio Tiradentes
E.E.E.M. Unírio Carrera Machado
E.E.E.F. Me. Catarina Lépori
E.E.E.M. Dr. Augusto do N. e Silva
Colégio Estadual Onofre Pires
Escolas de outros municípios também estão aderindo ao movimento, E.T.E. Entre-Ijuís, E.E.E.M. Nª. Srª. Perpétuo Socorro (Vitória das Missões) E.E. Técnica Guaramano (Guarani das Missões).

CONFIRA ALGUMAS DAS PAUTAS:
Fim do Plano de Carreira da profissão e considera um
Reajuste ZERO por tempo indeterminado
Todas as gratificações e vantagens passam a integrar o básico do nível/classe correspondente
Criação de parcela autônoma com a “sobra” das vantagens acima do básico. Este valor não será reajustado
Fim das vantagens temporais (triênios, quinquênios e avanços)
Fim da incorporação de gratificações para a aposentadoria
Aumento da contribuição para a aposentadoria
Aumento do tempo de contribuição e redução dos proventos conforme Reforma da Previdência nacional
Redução das férias remuneradas para 30 dias
Difícil acesso apenas para escolas do campo
Redução da gratificação de permanência de 50% para 10%
Fim do abono de falta para participação em atividades sindicais
Redução nos adicionais de uni docência, classe especial e penosidade
Fim das convocações e substituição por contratos

Professores em Greve (18) (Copy)

Neste artigo

Participe da conversa