Nascentes, veículos elétricos e plantação de lúpulo na pauta do MP, Fasa e Prefeitura

Governo Municipal, Ministério Público e FASA – Faculdade Santo Ângelo pretendem assinar um termo de cooperação técnica que envolve a gestão conjunta de projetos nas áreas de meio...

248 0
Foto - Fernando Gomes
Foto – Fernando Gomes

Governo Municipal, Ministério Público e FASA – Faculdade Santo Ângelo pretendem assinar um termo de cooperação técnica que envolve a gestão conjunta de projetos nas áreas de meio ambiente, desenvolvimento rural e mobilidade. O assunto foi discutido na última quarta-feira, dia 03, no gabinete do prefeito Jacques Barbosa. 

Entre os assuntos discutidos na última quarta-feira, dia 3, com o Prefeito Jacques Barbosa, está a proposta do Ministério Público de firmar uma parceria para realizar o mapeamento e preservação das nascentes de água no território do município. Participaram do diálogo a promotora de Justiça Especializada Paula Mohr e o coordenador do Escritório de Interiorização de Estratégia do MP, André Jacó Schnorremberger.

Desenvolvimento rural e tecnologia

“Temos a proposta é pensar projetos em conjunto em áreas do meio ambiente, desenvolvimento rural e inovação. Afirmou o diretor Administrativo da FASA, Maicon Rossetto. A direção demonstrou interesse da faculdade em contribuir para o desenvolvimento do município. “Queremos nossos cursos, nossos professores e nosso espaço para uma parceria efetiva como Governo Municipal, com o Ministério Público e com Santo Ângelo. Temos pessoas e intenções positivas para a cidade”, declarou.

No setor do desenvolvimento rural, a FASA pretende implantar em Santo Ângelo um programa de incentivo à produção do lúpulo – planta utilizada na fabricação da cerveja -, nas pequenas propriedades rurais.

Na área de tecnologia e mobilidade a Fasa anunciou que pretende fechar parceria com uma montadora latino-americana de veículos elétricos para instalação em Santo Ângelo, esta montadora destina-se a produção de veículos de pequeno porte e urbanos. Segundo ele, a transferência de tecnologia entre a faculdade e a indústria deve ser firmada nas próximas semanas.

Conforme informaram os diretores da FASA, a faculdade oferece atualmente doze cursos e, em breve, mais quatro serão disponibilizados (Educação Física, Psicologia, Direito e Odontologia), cerca de 600 acadêmicos e mais de cem colaboradores, entre docentes e colaboradores.

PLEITOS

Na reunião, a direção solicitou ao prefeito Jacques Barbosa a realização de obras de infraestrutura no acesso ao antigo Seminário Sagrada Família, área onde está instalada a faculdade, como asfaltamento e modernização do sistema de iluminação pública.

Neste artigo

Participe da conversa