Herói Missioneiro vira história em quadrinhos

A história de Sepé Tiaraju entra para a literatura de quadrinhos pelos traços de Clayton Cardoso. A obra foi lançada em 2016 durante a feira do livro, mas...

2642 0

clayton-02A HQ “Sepé Tiaraju: A saga de um herói” levou 12 anos para ficar pronta. A metade deste tempo foi de estudo bibliográfico sobre a história das Missões e de simultânea confecção de desenhos, que praticamente viraram rascunhos para uma nova fase de produção, em 2010 Clayton Cardoso aperfeiçoou sua técnica e praticamente refez todos os desenhos, finalmente, sentiu-se satisfeito para oferecer ao público o primeiro HQ regionalista que conta a história de um herói missioneiro, sonho de infância do autor.
quadrinhos-do-sepe-1-copiaA história de Sepé contada no HQ de Clayton é baseada em fatos históricos que resgatam as raízes das Missões Jesuíticas, não usa a fantasia, no entanto, revela o lado heróico da vida de Sepé, baseado em fatos reais. A intenção da obra é mostrar o cotidiano daquele tempo e permitir ao leitor um mergulho na história dos Guaranis, e, deste modo, compreender quais foram os motivos que fizeram de José Tiaraju, um herói Guarani, Missioneiro Rio-grandense reconhecido pela Lei Estadual 12.366 de novembro de 2005. A técnica literária neste formato usa o desenho e os diálogos para compor o contexto, deste modo, o leitor compreende didaticamente o que se passa depois do tratado de Madrid, assinado em 1750.

quadrinhos-do-sepe-3-copia“Um sonho de guri”
Quando Clayton Cardoso tinha 10 anos de idade, na década de 70, não dispensava a leitura das revistas em quadrinhos, em especial as HQs do Tarzan. Tempo de “guri” em que ele decalcava os desenhos e já desenvolvia a firmeza dos traços que formam a anatomia humana, características do desenho do personagem Tarzan que ajudou na formação autodidata do autor.
Clayton tem 53 anos e sua trajetória profissional sempre foi ligada a publicidade e propaganda, com fortes raízes nos desenhos e no designer gráfico. Toda sua experiência na prática do desenho e da diagramação foi emprestada para contar a história dos índios Guaranis que participaram daquele tempo em que Sepé Tiaraju liderava a resistência na desocupação das terras dos sete povos, mesmo diante de ofensivas bélicas que defendiam o cumprimento do acordo.
quadrinhos-do-sepe-2-copiaClayton expressa seu talento para o desenho com o bico de pena, caneta, pincel e no uso das tecnologias digitais diagramou e formatou os diálogos sendo protagonista de todos os passos do processo de produção. Ele considera que o resultado final foi satisfatório, tendo em vista que neste tempo de elaboração, foi possível corrigir falhas e formatar um trabalho que atende as principais técnicas que envolvem a literatura neste formato. O autor trabalha em um novo projeto de HQs, mas por enquanto está satisfeito com a receptividade da comunidade, que surpreendeu-se com o resultado do trabalho “Sepé Tiaraju: A saga de um herói”. Os interessados em adquirir o trabalho do autor podem procura-lo nas redes sociais e até o dia 30 estará na praça Pinheiro Machado no Natal Cidade dos Anjos.

Neste artigo

Participe da conversa