O uso da motocicleta para mobilidade urbana cresce e ganha espaço nas ruas de Santo Ângelo

Fatores como alta dos combustíveis, valorização dos veículos usados e novos, perda do poder aquisitivo da população estão impulsionando esse mercado de motocicletas

191 0
Estacionamento reservado para motocicletas lotado na Rua Marques do Herval no cetro de Santo Ângelo Foto - Marcos Demeneghi
Estacionamento reservado para motocicletas lotado na Rua Marques do Herval no cetro de Santo Ângelo Foto – Marcos Demeneghi

Uma motocicleta utilitária entre 125 e 150 cilindradas permite andar entre 30 a 35 quilômetros com um litro de combustível, dependendo do modelo. Fatores como alta dos combustíveis, valorização dos veículos usados e novos, perda do poder aquisitivo da população estão impulsionando esse mercado, afinal, até mesmo o transporte coletivo está caro para o bolso do trabalhador

Edson Falk gerencia uma loja de venda e consertos de motocicletas novas e usadas em Santo Ângelo, ele confirma o aumento significativo na demanda e explica que o veículo é procurado tanto, pelo público mais jovem, quanto mais adulto, feminino ou masculino.

Mas nem tudo é um mar de rosas, a demanda por este tipo de veículo também inflaciona o mercado, motos usadas em bom estado se tornam mais escassas e as novas levam, pelo menos, 30 dias para serem entregues. Isso significa que elas ficam mais caras, pois quem tem, não vende.

Além disso, Edson Falk alerta para os cuidados necessários ao pilotar o veículo no trânsito, pois o piloto está exposto e o uso dos equipamentos de segurança se torna indispensáveis.

Não há uma estatística fechada (mensurada em números), mas o diretor geral do CFC São Luiz, Mário Seffrin confirmou um aumento na demanda pela habilitação na categoria ‘A’, que permite pilotar motocicletas de qualquer cilindrada. Também explica que é normal aumentar a procura no verão, mas ele acredita que fatores como o preço do combustível e perda do poder aquisitivo, também estão influenciando na preferência pela motocicleta neste verão.

Neste artigo

Participe da conversa