Comunidade lamenta o trágico acidente do Chef Gibran Coutinho Garcia

Sindilojas Missões, Sistema Fecomércio, Unijuí, amigos e conhecidos, em notas e postagens, reconheceram o carisma do Chef Gibran Coutinho Garcia. Foram diversas manifestações de apoio, pois possuía reconhecida...

352 0

Sindilojas Missões, Sistema Fecomércio,  Unijuí, amigos e conhecidos, em notas e postagens, reconheceram o carisma do Chef Gibran Coutinho Garcia. Foram diversas  manifestações de apoio, pois possuía reconhecida trajetória pessoal e profissional em varias cidades do Rio Grande do Sul

Um acidente de trânsito ocorrido na ERS-307 teve como vítima fatal Gibran Coutinho Garcia. Gibran tinha 35 anos e o acidente ocorreu na segunda-feira, dia 30, por volta das 15h no trajeto compreendido entre Santa Rosa e Cândido Godói. Ele teria perdido o controle do veículo VW Voyage, que saiu da pista e chocou-se com uma árvore, próximo da localidade de Linha 15 de Novembro.

Uma equipe do Samu foi até o local, mas ele já estava sem vida. Gibran, era natural de Porto Alegre residia em Santa Rosa.

Na noite da última quinta-feira, dia 26, ele participou do lançamento oficial do 14ª edição do Festival Cidade das Tortas, pois Gibran era professor de gastronomia na escola do SENAC. Por conta do ocorrido na segunda e terça, a escola de Santo Ângelo do SENAC não estará atendendo presencialmente e as aulas estão suspensas. O Sistema Fecomércio-RS, do qual fazem parte o Sesc e o Senac, divulgaram uma nota de pesar.

Nota do Sistema Fecomércio

“É com imensa tristeza que informamos o falecimento do docente do Senac Santo Ângelo Gibran Coutinho Garcia. Gibran foi vítima de um acidente de trânsito, na tarde desta segunda-feira (30/8). Prestamos nossa homenagem e agradecemos pela dedicação ao Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac.

Desejamos força e conforto para a família, amigos e alunos.”

Foto do fotógrafo: Ivanir Bedatti se manifestou em postagem divulgada em suas redes sociais. ‘Mesmo sabendo que um dia a vida acaba, a gente nunca está preparado para perder alguém. Uma pessoa querida por todos. Quem conheceu, quem conviveu, sabe o quanto fará falta. Tive a honra de registrar pequenos momentos fazendo o que ele amava que era cozinhar. Vá com Deus e fique na memória de todos que lhe amam’.
Foto do fotógrafo: Ivanir Bedatti se manifestou em postagem divulgada em suas redes sociais. ‘Mesmo sabendo que um dia a vida acaba, a gente nunca está preparado para perder alguém. Uma pessoa querida por todos. Quem conheceu, quem conviveu, sabe o quanto fará falta. Tive a honra de registrar pequenos momentos fazendo o que ele amava que era cozinhar. Vá com Deus e fique na memória de todos que lhe amam’.
Neste artigo

Participe da conversa