Missioneiros debatem sobre turismo em encontro ocorrido em Salvador/BA

O 7º Encontro Brasileiro de Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial foi realizado em Salvador/BA, nos dias 10 a 12 de dezembro. O evento aconteceu de forma híbrida,...

368 0
7º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas turísticas e Patrimônio Mundial em Salvador/BA
7º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas turísticas e Patrimônio Mundial em Salvador/BA

Gestores missioneiros participam do 7º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial e defendem ações de governança para o turismo nas cidades brasileiras reconhecidas como Patrimônio Mundial. A participação Missioneira manteve o foco na gestão sustentável e a utilização do patrimônio como atrativo de riquezas e de desenvolvimento.

Durante o evento, os representantes da Rota Missões, Prefeito Ademir Gonzatto, Presidente da AMM e Prefeito Puranci Barcelos, Diretor do Detur, manifestaram-se destacando os esforços empregados pela Funmissões para integrar os setores público e privado da região e as rotas turísticas, pois considera que o turismo tem o potencial de alavancar o crescimento econômico dos municípios envolvidos.

O 7º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial – Turismo, Patrimônio e Sustentabilidade: Caminhos para o Futuro é promovido pela Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCBPM) e pela prefeitura de Salvador, com o apoio institucional da Confederação Nacional de Municípios (CNM), da União dos Municípios da Bahia (UPB) e patrocínio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Alternativa

O turismo é uma bandeira defendida pela CNM no período pós-pandemia para a recuperação da economia. Entretanto, para que as ações sejam eficazes, existe a necessidade de compreender a dinâmica das localidades, construir estratégias de governança adequadas, envolver a comunidade e a iniciativa privada e divulgar os destinos de forma criativa e diferenciada.

“O turismo desempenha papel de destaque na dinamização econômica de uma localidade e do patrimônio tanto natural quanto cultural, fundamentais nessa construção. Os Municípios com esse perfil têm mais possibilidades de geração de riquezas, trabalho e renda a partir da utilização, de forma ordenada, dos seus atrativos”, considera a turismóloga Marta Feitosa, responsável pela área técnica de Turismo da CNM.
Objetivo do Encontro

Segundo Mário Ribas do Nascimento, Presidente da OCPM, o encontro teve por objetivo trabalhar a governança do turismo nas cidades Patrimônio Mundial brasileiras de forma sustentável, bem como promover a utilização do patrimônio como atrativo de riquezas, desenvolvimento e seu aproveitamento pelo turismo, especialmente no momento pós pandemia.

Para tanto, aborda três eixos temáticos: Patrimônio, Turismo e Sustentabilidade. Além disso, busca-se avançar na Política Nacional de Gestão Turística do Patrimônio Mundial, formalizada por meio do Decreto 9.763, que dispôs sobre a Política Nacional de Turismo para desenvolver, ordenar e promover os segmentos turísticos relacionados ao Patrimônio Mundial Cultural e Natural do Brasil. As cidades detentoras de patrimônios culturais e naturais brasileiras, repletas de tradições e belezas naturais, revelam a construção de uma nação plural, e também são espaços privilegiados, onde se é possível vivenciar e experimentar toda a riqueza do Brasil. Por isso mesmo, atraiam e acolhiam visitantes de todos os pontos do país e do exterior.

Neste artigo

Participe da conversa