Acostamento lotado

Caminhoneiros param o transporte de cargas e lotam o acostamento da BR 285, próximo de Ijuí . A PRF alega que não tem combustível para atuar durante o...

169 0
BR 285 quilômetro 461, próximo do Posto da Polícia Rodoviária Federal
BR 285 quilômetro 461, próximo do Posto da Polícia Rodoviária Federal

Na tarde de ontem, dia 1º, uma manifestação de caminhoneiros formava quilômetros de veículos de carga parados na BR 285 em Ijuí. Os caminhões estavam estacionados no acostamento da rodovia e nos pátios de postos de combustíveis, ocupando ao meio dia de ontem, um trecho que seguida desde o entroncamento com a RS 342 até o trevo de acesso a Catuípe.
Os protestos ocorrem em todo o País e o movimento se diz contrário ao aumento do imposto do PIS e Cofins que resultou em elevação no preço final do diesel e demais cobustíveis. No Rio Grande do Sul, atos ocorrem em pelo menos sete pontos. Aqui no Estado, no dia 1º de janeiro de 2016, ainda passou a vigorar o aumento de ICMS determinada pelo Governo e aprovada pela Assembleia Legislativa, o deixou o preço da gasolina ainda mais cara no Rio Grande do Sul.
Os Policiais Rodoviários Federais do posto de Ijuí informaram que estavam sem combustível nas viaturas para fazer o patrulhamento da rodovia e avaliar a situação. No entanto afirmaram que o fluxo de veículos estava garantido, pois a manifestação se resumia em parar o transporte de cargas. Cena semelhante ocorria em Palmeira das Missões na BR 468, Carazinho BR 337. Pelotas 396 (km 66) e Rio Grande na BR 392 (km 9).

Neste artigo

Participe da conversa