Luciano Nascimento explica como o foi citado em caso de recebimento de propina

654 0

O empresário santo-angelense, Luciano Nascimento, afirma que é inocente no caso “Mensalinho”. O Ministério público fez uma denúncia em que o empresário seria operador financeiro de um esquema de propina pago pela empresa Engesa, que faz o recolhimento de lixo em São Luiz Gonzaga. O caso ganhou repercussão estadual e para prestar esclarecimentos e explicar como o seu nome apareceu no caso, realizou uma coletiva de impressa na tarde de quinta-feira, dia 24.

 

Ao lado da esposa Ligiane Nascimento, Luciano estava emocionado ao explicar sobre a sua história pessoal e relatar que obteve um empréstimo no valor de R$ 24 mil com Claudio Cavalheiro, que é ex-assessor Jurídico de São Luiz Gonzaga e acusado de envolvimento pelo ministério público. “Todos sabem que sou de família humilde e para realizar os meus investimentos tenho que obter dinheiro emprestado. O Cláudio é meu compadre e obtive um empréstimo com ele. Depositei em minha conta e nunca duvidei da origem deste dinheiro, fui pego de surpresa”. Declarou Luciano, ele explica que foi um único cheque que foi depositado em sua conta.

Luciano também criticou a RBS e alguns veículos de comunicação local que copiaram os textos do portal G1 para realizar publicações impressas. Afirmou que não foi procurado para prestar esclarecimentos como anunciado na TV.

Além disso, afirmou que existe um momento de “denuncismo” e espera que a imprensa reserve o mesmo espaço dado para a denuncia quando for absolvido no caso.

Neste artigo

Participe da conversa