Por que devo ter cuidado com a minha senha?

594 0

Nós últimos tempos tenho percebido o quanto os usuários de computadores tem cada vez menos se preocupado com a sua senha. Quando falo em senha estou me referindo aquela que você digita ao ligar o seu computador.
Uma senha (password) de um sistema computacional serve para autenticar o usuário, ou seja, é utilizada no processo de verificação da identidade do usuário, assegurando que este é realmente quem diz ser.
Se outra pessoa tem acesso a sua senha, ela poderá utilizá-la para se passar por você no acesso aos dados do seu computador ou até mesmo na internet. Alguns dos motivos pelos quais uma pessoa poderia utilizar sua senha são:
– ler e enviar e-mails em seu nome; – obter informações sensíveis dos dados armazenados em seu computador, tais como números de cartões de crédito; – esconder sua real identidade e então desferir ataques contra computadores de terceiros.

Algumas questões que valem refletir:
• Você “passa” a senha do seu computador para colegas de trabalho acessá-lo quando está de férias?
• Você “passa” a senha do seu smartphone para seu amigo/parceiro?
• Você costuma deixar senhas salvas quando acessa Hotmail, Gmail e outros?

Algumas sugestões:
• Evite senhas fáceis como nomes, datas de aniversário, placa de automóvel, número de telefone e outros
• Escolha senhas complexas, de preferência com oito dígitos, alfanuméricas, que intercalam números e letras, como por exemplo, Brasil2014$%;
• Troque sua senha logo após a primeira conexão, garantindo assim o sigilo e privacidade de seus dados;
• Prefira sempre digitar sua senha a salvá-la em telas de conexão ou programa de mail. Dessa forma, dificilmente ocorrerão “surpresas”, como acessos não autorizados a internet a partir de sua conta;
• Jamais abra um arquivo de origem desconhecida que foi enviado pela internet. Ele pode conter Vírus ou programas nocivos ao seu computador;
• Ao fazer compras online, é importante ser prudente ao escolher o site antes de fornecer seus dados pessoais e número de seu cartão de crédito;
• Efetue a atualização de seu programa antivírus frequentemente;
• Desconfie de e-mails “suspeitos”, mesmo quando enviados por pessoas conhecidas, elas podem estar infectadas com algum tipo de Vírus que se propaga automaticamente. Simplesmente apague o e-mail e alerte o remetente;
• Jamais forneça seus dados particulares (e-mail, endereço, telefone, etc.) em salas de Chat a pessoas que você não conhece.
Fique muito atento com a sua senha pois ela é de sua inteira responsabilidade.

Neste artigo

Participe da conversa