Vento causa cenário de destruição no município

Por volta das 4h45min a estação meteorológica da URI registrou ventos de até 95 km/h. Pela manhã a quantidade de árvores arrancadas e quebradas surpreendeu os moradores

107 0
Jacarandá Mimoso com tronco doente cai com o vendaval e destrói pelo menos três pérgolas  que representam os trinta Povos Missioneiros na Praça Pinheiro Machado
Jacarandá Mimoso com tronco doente cai com o vendaval e destrói pelo menos três pérgolas
que representam os trinta Povos Missioneiros na Praça Pinheiro Machado

 

O amanhecer de quinta-feira, dia 19, revelou a força dos ventos de 95 km/h registrados durante a madrugada. Em alguns pontos da cidade as rajadas podem ter alcançado uma velocidade ligeiramente acima, tendo em vista a característica observada quando a luz do sol rompeu a escuridão da noite. Em pontos da Av. Venâncio Aires e Av. Sagrada Família o cenário era de destruição, partes da pista estavam obstruídas com árvores inteiramente ou parcialmente quebradas ou arrancadas. Estima-se que 120 residências tenham sofrido algum dano em todo o Município. Toldos vieram ao chão, vidros de estabelecimentos comerciais quebraram, placas e muros caíram, mas somente duas pessoas ficaram levemente feridas.
A falta de energia elétrica e de água atingiu praticamente toda a cidade. Na manhã de ontem moradores do Bairros São Carlos, Pippi e Kurtz, São Pedro ainda reclamavam da falta de energia. Na zona rural do município o vento tombou um trator, arrancou completamente a cobertura de instalações e na sexta-feira, ainda estavam sem luz as localidades de Buriti, Distrito União, Ressaca da Buriti, Três Sinos, entre outras.
Uma das fotos que viralizou na internet foi de um Jacarandá Mimoso, com tronco doente, que caiu sobre as pérgolas dos 30 povos missioneiros que formam o portal da Praça Pinheiro Machado. Pelo menos três delas foram destruídas.
Este foi quarto evento climático severo em outubro. O volume de chuva acumulado no mês é de 297 milímetros. Famílias que ainda se recuperavam de uma chuva de granizo atípico pelo tamanho das formações de gelo, com cerca de 6cm de diâmetro, novamente precisaram da solidariedade de parentes, vizinhos e poder público. O município está em Situação de Emergência pela segunda vez no ano.

Trabalho de recuperação
O prefeito determinou a convocação emergencial dos servidores das secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos, do Meio Ambiente, da Habitação e da Assistência Social para restabelecer a normalidade no cotidiano da cidade.
Durante toda a quinta-feira, equipes de secretarias da prefeitura, voluntários, 1º BCom, Corpo de Bombeiros, RGE e Corsan uniram-se na recuperação de residências atingidas, desobstrução de ruas da cidade com a retirada de árvores e galhos. Segundo o secretário da Habitação, Everaldo Oliveira, foram atendidas 80 pessoas no Corpo de Bombeiros e 40 na sede da Secretaria, totalizando cerca de 120 famílias que tiveram danos nas residências.

Cobertura de zinco amanhece no meio da Av. Sagrada Família no Bairro Pippi, próximo a estátua do Tio Bilia
Cobertura de zinco amanhece no meio da Av. Sagrada Família no Bairro Pippi, próximo a estátua do Tio Bilia

Muro do Antigo Poliesportivo da Ser Santo Ângelo vai na AV. Brasil

 

 

 

Arvore Derruba Poste Rua David Canabarro

Neste artigo

Participe da conversa