Notificações para interligar a rede de esgoto

A Corsan está enviando notificações para consumidores que ainda não fizeram a interligação da rede residencial com a rede coletora de esgoto. Após notificados, os proprietários terão até...

442 0

Corsan1A Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan) está notificando os proprietários de imóveis de Santo Ângelo, que moram em locais que já contam com a rede coletora de esgoto, para que façam a interligação da rede residencial com a rede coletora e solicitem a vistoria. Os avisos são enviados como AR (Aviso de Recebimento), por meio dos Correios.

Segundo o superintendente da regional Missões da Corsan, João Corim, as notificações estão sendo feitas inicialmente por áreas da cidade como a Zona Sul, com o objetivo de não sobrecarregar os atendimentos.

Assim que forem notificados, os moradores deverão procurar a Corsan (Rua Antunes Ribas, 1850). Para interligar as redes é preciso providenciar a instalação predial, também conhecida como intradomiciliar. A instalação é de responsabilidade do usuário. os moradores tem um prazo de até 120 dias para realizar a instalação predial e solicitar a vistoria.

No término deste prazo, mesmo o usuário que não realizar a ligação da rede, terá que pagar a chamada taxa de disponibilidade. Quem tiver a rede coletora de esgoto e não realizar a interligação poderá pagar até 100% mais pela tarifa. Por outro lado, o proprietário que “agilizar” o processo ganha desconto que pode chegar até 50% sobre a tarifa, que não será fixa, mas sim, aferida com referência no consumo de água.

Já para clientes que possuem tarifas sociais, será disponibilizada a isenção na instalação intradomiciliar e na fatura, porém deverão cumprir alguns quesitos como estar cadastrados em programas sociais, possuir até seis pontos de tomada de água. Além disso, a residência deverá ser exclusivamente para moradia.

Até o ano de 2020, 50% das residências deverão estar ligadas no sistema de esgoto. Esta é a meta estabelecida em um plano de saneamento para o município de Santo Ângelo. Até o final do ano passado, apenas 20% da população usava a rede de esgoto em Santo Ângelo. A estimativa foi realizada com base nos dados oficiais e atualizados da Corsan. A Companhia presta serviço para 31.399 famílias no município e apenas 9.213 contam com rede estruturada em frente de casa.
Além da cobertura ser deficitária, 2.975 famílias que já poderiam destinar o esgoto para a estação de tratamento não fazem uso do serviço e toda esta água poluída, ou parte dela, vai para o subsolo ou para o Rio Itaquarinchim sem o devido tratamento.

saiba mais

-Quem está sendo notificado?
Proprietário de imóveis localizado em ruas que já conte com redes de esgoto em operação, mas cujo usuário ainda não tenha realizado a ligação ou solicitado à vistoria.

-Porque é importante fazer a ligação?
Melhorar o nível da universalização do esgoto é decisivo para manter os contratos de programas e aumentar os investimentos. Além disso, para o proprietário terá benefícios como valorizar o valor do imóvel, reduzir custos com a saúde e preservar o meio ambiente, além de melhorar a qualidade de vida.

-E quem já está conectado a rede?
Quem já está conectado a rede de esgoto e já paga a tarifa não terá nenhuma alteração em sua conta e nem será notificado.
– Qual a diferença entre tarifa pela disponibilidade e tarifa de esgoto?
A tarifa de esgoto ligado é mais barata do que a tarifa pela disponibilidade. O propósito da cobrança pela disponibilidade é incentivar a conexão á rede pública.

– O que fazer após ser notificado?
Quando receber a notificação, o usuário devrá procurar a Corsan para solicitar a ligação e agendar uma vistoria. Para se ligar, é preciso providenciar a instalação predial, também conhecida como intradomiciliar, que conecta o imóveis á caixa de calçada da Corsan. Essa é de responsabilidade do usuário.
– Quais os documentos necessários para o contrato de fornecimento de serviços de esgoto?
Identidade, CPF e a Documentação do Imóvel.

– E quem não tem condição de pagar?
A ligação intradomiciliar poderá ser executada pela Corsan, sem custo nenhum para o usuário. Ele deverá autorizar a instalação e posteriormente, dar o aceite no serviço realizado. O valor da Intradomiciliar será faturado e descontado na fatura para demostrar o subsidio de 100%, Para receber a isenção, o proprietário deverá preencher alguns requisitos como possuir algum beneficio social.
Fonte: Corsan

Neste artigo

Participe da conversa