BID abre edital para fortalecer o turismo nas Missões Jesuíticas

Concurso internacional vai selecionar empresas que desenvolverão o plano de marketing e de integração do roteiro religioso.

237 0

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou nesta semana um edital para selecionar o melhor modelo de gestão para desenvolver o roteiro de turismo de religioso, que une Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina e Bolívia. O objetivo é intensificar o turismo da Rota das Missões Jesuíticas.
O projeto selecionado receberá quase R$ 2 milhões (US$ 500 mil) para criar um plano de comunicação, marketing e imagem e um concurso destinado à seleção de projetos privados de caráter inovador, voltados especialmente a microempreendedores individuais, pequenas empresas e startups ligadas ao turismo na região.
“Vamos trabalhar para consolidar a rota no mercado internacional de viagens, com a oferta de roteiros integrados, para atrair mais visitantes estrangeiros, melhorar a conectividade entre os nossos países vizinhos e gerar emprego e renda”, afirma o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.
Os interessados têm até a próxima segunda-feira, 05, às 16 horas, para enviar seu projeto. Para obter mais informações é necessário entrar em contato pelo e-mail adelam@iadb.org ou pelo site www.iadb.org/pt.
Além dos R$ 2 milhões para o desenvolvimento do roteiro, o Ministério do Turismo articula junto ao BID um investimento de US$ 100 milhões na rota. O Caminho das Missões Jesuíticas conecta 19 ícones da história da colonização jesuítica, reconhecidos pela UNESCO como patrimônios mundiais da Humanidade, além de sete áreas naturais protegidas.
O turismo religioso faz circular US$ 4,4 bilhões em 20 milhões de viagens internacionais por ano no mundo. No Brasil, o segmento movimenta anualmente R$ 15 bilhões em 8,1 milhões de viagens domésticas movidas pela fé.

Construido no século XVIII, entre 1735 e 1745, o sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo é um conjunto de ruínas da antiga redução de São Miguel Ancanjo, integrante dos chamados Sete Povos das Missões, e um dos principais vestígios do período das Missões Jesuíticas dos Guarani em todo o mundo. Comumente chamado de ruínas de São Miguel das Missões, é considerado Patrimônio Mundial pelo UNESCO. FOTO: Jefferson Bernardes/Preview.com

BID Crédito Jefferson Bernardes Banco de imagens MTur Destinos

Neste artigo

Participe da conversa