Livre acesso ao Parque da Fenamilho causa insegurança

O presidente da Fenamilho, Bruno Hesse, anunciou que a vigilância do Parque de Exposições Siegfried Ritter será reforçada e a entrada de pessoas será realizada somente pelo portão...

199 0
Pessoas não identificadas transitavam livremente pelo Parque de Exposições Siegfried Ritter
Pessoas não identificadas transitavam livremente pelo Parque de Exposições Siegfried Ritter

Atos de vandalismo e furto nas sedes das etnias e nas demais dependências do Parque motivaram o anúncio de uma nova política na segurança do local. A decisão foi tomada depois de uma reunião ocorrida na sexta-feira, dia 13 e o anúncio foi feito pelo presidente da Comissão Organizadora da Fenamilho e prefeito em exercício, Bruno Hesse.
Guardas armados e dois vigias à paisana serão responsáveis pela segurança no local. Além disso, Bruno Hesse anunciou que somente será permitida a entrada pelo portão central com cadastro prévio. A insegurança aumentou nos últimos meses e foi relatada durante uma reunião ocorrida entre entidades promotoras do evento. Prostituição e consumo de drogas também estão entre os problemas detectados.
Com estas medidas a administração municipal pretende coibir o trânsito de pessoas e animais sem identificação na área do Parque, pois esta prática contribui com atos de vandalismo e furtos de materiais como portas, sanitários e objetos de ornamentação dos estandes, camarotes, bem como das sedes das etnias. Prática facilitada pela deficiente infraestrutura de cercamento e pouco efetivo de segurança.

Enquanto isso…
Na segunda-feira, dia 16, a nova política de segurança ainda não havia surtido efeito, pois pessoas não identificadas continuavam transitando livremente pelos camarotes e com livre acesso pela ERS 344.
O Parque de Exposições Siegfried Ritter possui 40 hectares de área e a crescente intervenção de pessoas não autorizadas no local tem causado o desconforto para os servidores públicos que estão impotentes diante do crescente dano ao patrimônio.

Neste artigo

Participe da conversa