Helicóptero, viaturas e noventa policiais contra o tráfico de drogas

A Polícia Civil deflagrou na manhã de ontem a terceira fase da Operação Tersus. Foram cumpridos dez mandados de prisão preventiva e 25 mandados de busca e apreensão...

158 0
Helicóptero usado na operação Tersus em Santo Ângelo e região. Foto: Marcos Demeneghi
Helicóptero usado na operação Tersus em Santo Ângelo e região. Foto: Marcos Demeneghi

Helicóptero da PC - 04 (Copy)

A Polícia Civil, por meio da 1ª DP de Santo Ângelo deflagrou na manhã de ontem a 3ª fase da operação Tersus. A ação teve por objetivo combater o tráfico de drogas em Santo Ângelo e região e cumpriu 35 ordens judiciais. Os dez mandados de prisão preventiva e 25 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Santo Ângelo, Panambi, São Miguel das Missões, Cerro Largo e Ijuí.

As ações tiveram o apoio de um helicóptero da Divisão de Apoio Aéreo, reuniram 90 policiais civis, cinco delegados, 20 viaturas e foram comandadas pelo Delegado Heleno dos Santos, da 1ª DP de Santo Ângelo.
Nove pessoas – sete homens e duas mulheres – foram presas preventivamente por tráfico de drogas e organização criminosa, sete deles em Santo Ângelo. Não foi possível prender uma das mulheres que estava sendo investigada e que possivelmente teria fugido para o Paraguai. Durante o cumprimento dos mandados foram apreendidos diversos celulares e também documentos.

Segundo o delegado Heleno dos Santos, a organização criminosa investigada, operava em Santo Ângelo, e possuía relações com grupos criminosos do Rio Grande do Sul e do Estado de São Paulo. As investigações apontaram que os criminosos realizavam o transporte de drogas utilizando “mulas” no transporte convencional intermunicipal de ônibus. Além disso, era comandado de dentro, tanto do Presídio quanto, do Instituto Penal de Santo Ângelo, com auxílio de familiares. Alguns mandados tiveram por alvo justamente o interior de tais estabelecimentos prisionais.

As investigações iniciaram no mês de maio e somando todas as fases da Operação Tersus (expressão latina que significa limpeza), até o momento foram feitas 29 prisões. Durante as operações também ocorreram a apreensão de 49Kg de maconha, dois quilos de crack, um quilo de cocaína, dois veículos e R$ 25.000,00 em dinheiro. Heleno ressaltou que a maioria dos presos tem entre 25 e 35 anos e alguns deles possuem boas condições de vida. O delegado ainda concluiu salientando que as investigações devem prosseguir e que mais fases da operação poderão ser deflagradas no próximo ano.

 

Neste artigo

Participe da conversa