Rede estadual se prepara para o retorno das aulas presenciais a partir de segunda-feira em Santo Ângelo

O movimento de retorno às aulas presenciais na rede estadual de educação está autorizado a partir de segunda-feira, dia 24. No entanto, será gradual obedecendo a seguinte ordem:...

326 0

A Coordenadoria Regional de Educação tem o desafio de iniciar a retomada das aulas presenciais quando o índice de aumento dos casos de covid-19 se mostra mais alto na região das missões

O movimento de retorno às aulas presenciais na rede estadual de educação está autorizado a partir de segunda-feira, dia 24. No entanto, será gradual obedecendo a seguinte ordem: séries inicias do 1º ao 5º ano dia 24 de maio; séries finais do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, no dia 25 de maio e ensino médio, técnico e curso normal na próxima quarta-feira, dia 26 de maio. No entanto, apenas alunos que possuem o termo de responsabilidade assinado pelos pais poderão retornar.

Cada escola pode apresentar particularidades e também cancelar novamente o atendimento presencial se os alunos estiverem comprovadamente expostos a um risco de contágio. Para a coordenadora Regional de Educação da 14ª CRE, Rosa Maria de Souza, o importante é que todos os professores, servidores e alunos possam fazer a retomada com os devidos cuidados e do modo mais adequado possível, que exige bom senso e atualização dinâmica.

A rede estadual no município de Santo Ângelo possui 20 escolas onde estudam aproximadamente 9 mil alunos. Em um levantamento prévio da 14ª CRE – Coordenadoria Regional de Educação, constatou-se que apenas 15% dos alunos possuem o Termo de Responsabilidade.

A Coordenadora Rosa Maria de Souza afirma que a organização para o retorno é feita caso a caso e a realidade de cada escola não pode ser comparada, pois existem muitas variáveis que podem contribuir ou frear o processo de retomada.

Segundo a Coordenadora, três escolas já oficializaram que não há condições de retorno na segunda-feira, como é o caso do Instituto Estadual de Educação Odão Felippe Pippi, Escola Estadual Herbert de Souza e Também a Escola Estadual de Ensino Fundamental Santos Tomas de Aquino, que também não está em condições de retornar. Outra exceção é a Escola Tiradentes que segue um calendário próprio da Brigada Militar e retornará no dia 31 de maio.

Além disso, poderão ocorrer situações novas, alerta a Coordenadora, e, cada caso será analisado por comissões local e regional. Diz ainda que o vírus está em todos os lugares e reforça a importância das medidas de higiene e de afastamento social.

 

Neste artigo

Participe da conversa