Pandemia da Covid-19 reduz número de doadores no Banco de Sangue

A enfermeira, Marta Perim Motta, diz que está sendo feito agendamento para a doação

143 0

Com o advento da pandemia de Covid-19, o Banco de Sangue do Hospital Santo Ângelo começou a registrar a redução do número de doadores. Em virtude deste novo momento, os estoques de sangue estão baixos com a falta de todos os tipos sanguíneos, em especial O negativo.

A coordenadora do Banco de Sangue, a enfermeira Marta Perim Motta, está preocupada com essa situação. Segundo ela, a queda de doações comumente ocorre nos meses de janeiro e fevereiro e nas férias escolares de inverno; não nos meses de abril e maio. “Acreditamos que a pandemia do coronavírus faz com que muitas pessoas tenham receio de vir ao hospital. Salientamos que a doação de sangue é algo seguro.”

Divulgação HSA
Divulgação HSA

Banco de sangue do HSA

Marta salienta que para a coleta do sangue foi alterada a rotina e adotados novos protocolos em virtude da Covid-19, visando garantir a segurança do doador. “Nós estamos fazendo agendamento para a doação. A medida adotada é justamente para evitar aglomerações. Além disso, é preciso salientar que as pessoas não têm acesso direto ao hospital. A entrada é nas instalações do Banco de Sangue que ficam na rua Antônio Manoel.”

A enfermeira observa que o procedimento demora um pouco mais do que era feito anteriormente em virtude do novo momento. “Antes eram dois doadores por vez na sala, hoje apenas um. Também ampliamos as medidas de higienização dos equipamentos, utensílios e da sala de coleta em virtude deste período.”

A enfermeira Marta Perim Motta explica que a pessoa interessada em fazer a doação de sangue precisa fazer o agendamento pelo telefone (55) 3313 1444.

Na foto, a enfermeira Marta Perim Motta, e a biomédica, Patrícia Eich Engler.

Neste artigo

Participe da conversa