Obras de reforma na UPA devem iniciar na próxima semana

Serão investidos mais de R$ 55 mil para reforma do prédio. Já aparelhos hospitalares serão recuperados ao custo de R$ 100 mil

324 0
A unidade foi inaugurada em novembro de 2012  e ainda não foi aberta para a comunidade
A unidade foi inaugurada em novembro de 2012 e ainda não foi aberta para a comunidade

O prefeito Jacques Barbosa anunciou na manhã da quarta-feira, dia 14, que as obras para reformas da estrutura física da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Pippi devem iniciar na próxima semana. Segundo o prefeito, em contato com o setor de engenharia da empresa G. Bonafé, vencedora do processo licitatório para reformas e reparos no prédio, a informação é de que a equipe técnica estará se instalando em Santo Ângelo a partir da próxima segunda-feira, dia 19, para dar início às obras.
“Esta é a mais uma etapa que estamos encaminhando para honrar nosso compromisso de colocar a UPA em funcionamento. E reafirmamos nosso compromisso. Não mediremos esforços para oferecer melhores condições de saúde à nossa população”, afirmou Jacques.
Serão investidos R$ 55.701,71 na recuperação do prédio para encaminhar a abertura definitiva da UPA. A unidade foi inaugurada em novembro de 2012 e permaneceu por quatro anos fechada, o que segundo a prefeitura municipal, provocou danos de grande monta na estrutura física do prédio e nos aparelhos médicos hospitalares instalados, com tecnologia de ponta, e que também precisarão de investimentos públicos para que sejam recuperados e colocados em operação para o funcionamento da UPA.
O secretário da Saúde, Luis Carlos Cavalheiro, revela que uma avaliação realizada por equipe técnica especializada, orçou em cerca de R$ 100 mil o investimento do Governo Municipal para a recuperação dos aparelhos médicos hospitalares da unidade.
OBRAS
Conforme o memorial descritivo das obras no prédio onde funcionará a UPA, serão necessárias reformas no sistema de drenagem pluvial do telhado, forro e paredes, nas instalações elétricas e hidráulicas, aberturas e estruturas; pintura geral externa e interna; reconstrução dos passeios; substituição de vidros; limpeza e higienização nas áreas interna e externa.
O setor de engenharia da empresa G. Bonafé estima que as obras sejam entregues em um prazo de 60 dias. Neste período, avaliou o prefeito Jacques Barbosa, a licitação para o reparo, conserto e manutenção dos aparelhos médicos hospitalares já terá sido efetivada.

Neste artigo

Participe da conversa