Tem parada mas não tem abrigo

A foto do Retrato Cotidiano mostra um desses casos, locais onde os usuários do transporte coletivo esperam a chegada do ônibus sujeitos as intemperes climáticas.

208 0

Pontos de ônibus Coletivo urbano - Paradas (5)Pontos de ônibus sem abrigos são comuns na área urbana do município. A foto do Retrato Cotidiano mostra um desses casos, locais onde os usuários do transporte coletivo esperam a chegada do ônibus sujeitos as intemperes climáticas.
Na esquina da Avenida Brasil com a Rua Marechal Floriano, na Praça do Brique, a única coisa que protege quem espera os ônibus são as árvores.

“Adote um Ponto”
Aguardar o transporte público em um abrigo confortável, moderno, equipado com tomadas e sinal de wi-fi ainda está longe da realidade para esses usuários, porém esse é o objetivo do programa “Adote um Ponto”, encaminhado nesta semana pela Câmara de Vereadores ao Poder Executivo de Santo Ângelo.
A iniciativa é de autoria do vereador Mauricio Loureiro e dispõe sobre uma parceria público – privada que visa, sobretudo, a colaboração direta de empresários e empresas na implantação, melhoria e conservação de pontos de ônibus, pontos de táxis e pontos fixos de moto-táxis.
O projeto foi encaminhado como sugestão ao Prefeito Municipal. O Programa caracteriza-se pela adesão espontânea dos interessados, que se comprometerão a observar as condições ajustadas em “Termo de Cooperação” a ser firmado com a administração municipal.
Se o projeto for sancionado, o Departamento Municipal de Trânsito será o responsável pela viabilização técnica e a fiscalização do termo de cooperação. As normas e instruções técnicas necessárias à implantação do programa ficarão a cargo do corpo técnico do setor Urbanístico em auxílio à Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes. Como contrapartida, as empresas que adotarem os pontos poderão expor peças publicitárias, por meio de equipamento previamente aprovado pelo DMT.
“Temos exemplos de municípios que implementaram o programa e hoje oferecem aos munícipes pontos de ônibus tecnológico, coberto, com tomadas para recarregar celular e sinal de wi-fi grátis. Nos próximos dias o Prefeito e o setor jurídico estarão analisando a proposta a fim de definir a melhor maneira para implementar o programa” destacou o vereador.

Neste artigo

Participe da conversa