Quando os caminhos rurais expõem o lixo urbano

A foto realizada na manhã de terça-feira, dia 25, evidencia os paradoxos do consumo.

397 0

IMG_3968 (Copy)O trecho de uma via de terra que liga a ERS 344 até a Estrada Buriti, próximo ao Santuário de Schoenstatt, em Santo Ângelo, é margeado por lixo. A foto realizada na manhã de terça-feira, dia 25, evidencia os paradoxos do consumo.
O aspecto natural da paisagem é poluído pelos restos de móveis desmontados, pneus, plásticos, bancos automotivos, entre outros materiais de difícil decomposição, deixado naquele local por moradores urbanos, ou pessoas que prestam serviços de limpeza.
Sempre que é adquirido um produto novo para substituir bens já envelhecidos é necessário providenciar o descarte correto ou destiná-lo para o reaproveitamento.
A Secretaria do Meio Ambiente mantém um local para o descarte de materiais não poluentes, mas é necessário que o morador requisite a autorização na secretaria para efetuar o processo de descarte.

IMG_3947 (Copy)

IMG_3960 (Copy)

 

 

Neste artigo

Participe da conversa