A maior chuva do ano em Santo Ângelo

Choveu mais de 100 milímetros em menos de 24 horas em Santo Ângelo

506 0

Maior chuva do ano - Reprodução gráfica da Estação Meteorológica da URIChoveu mais de 100 milímetros em menos de 24h em Santo Ângelo. Índice registrado pela estação meteorológica da URI – Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e Missões, campus de Santo Ângelo.

Foi a maior chuva registrada neste ano em Santo Ângelo. Somente o acumulado em todo o mês de janeiro (133mm) ultrapassou a quantidade de chuva registrada em apenas 24h no município. A precipitação iniciou na segunda-feira, dia 5, próximo das 16h30min e até às 16h30min de ontem acumulou na área onde se encontra a estação meteorológica da URI 108,3 mm.

No ano de 2020 o índice de precipitação pluviométrica em Santo Ângelo está abaixo da média geral histórica. Como consequência da quantidade reduzida de chuva nos últimos meses, foram contabilizados prejuízos para atividades agrícolas e pecuárias na zona rural.

A contínua defasagem hídrica ocasionou na redução do nível dos rios. Fato comprovado pelas estatísticas da ANA – Agência Nacional de Águas, um dos rios monitorados pela agência é o Rio Ijuí, na manhã de segunda-feira, dia 4, ates da chuva, a estação de telemetria do Rio Ijuí localizado em Entre-Ijuís registrava a marca de 73 cm, o menor nível dos últimos anos naquele ponto de medição.

Gráfico mostra a queda do nível do Rio Ijuí no período de maio/2019 à maio/2020 na Estação de Telemetria em Entre Ijuís
Gráfico mostra a queda do nível do Rio Ijuí no período de maio/2019 à maio/2020 na Estação de Telemetria em Entre Ijuís

As chuvas abaixo do normal para o período secou pequenos córregos no interior do município e deixou animais com dificuldade de encontrar água.

Em decorrência deste fato, no dia 20 de março, o Prefeito Municipal assinou o decreto de situação de emergência devido aos prejuízos econômicos e sociais causados pela estiagem.

Este decreto 3894/2020 foi homologado pelo Governador no dia 17 de abril, juntamente com os decretos de São Miguel das Missões e Mato Queimado.

 

Neste artigo

Participe da conversa