Cadê a guarda?

A ponte do Rio Urubucarú na BR 285, km 526 continua com o Guarda Corpo danificado. O problema ocorreu no início de junho quando um caminhão Ford/Cargo com...

205 0

Ponte Urubucarú (2) (Copy)

A ponte do Rio Urubucarú na BR 285, km 526 continua com o Guarda Corpo danificado. O problema ocorreu no início de junho quando um caminhão Ford/Cargo com placas de Montenegro caiu na ponte ocasionando a morte do motorista e a quebra do guarda corpo que é feito de concreto. A ponte está no território de Vitória das Missões.
O guarda-corpo é uma estrutura que tem como objetivo proteger os pedestres e funcionam como amortecedores do choque de veículos. São colocados em pontes e viadutos, com a ideia principal de garantir a segurança dos usuários em caso de acidente. Esses dispositivos de proteção são normatizados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de transporte (Dnit), no plano federal.
O Manual de Projetos e Práticas para Segurança nas Rodovias do DNIT determina que os guarda-corpos devem ter condições estruturais e estéticas adequadas para causar o mínimo de danos aos passageiros e veículos que eventualmente os atinjam, e reconduzir o veículo no sentido do fluxo de tráfego, paralelamente ao mesmo.

Neste artigo

Participe da conversa