Artesanato da comunidade Guavirá Poty

O artesanato da comunidade indígena Guavirá Poty (ou “Flor de Guavirova” em português) é feito com matéria-prima coletada nos matos e campos da cidade.

225 0

O artesanato da comunidade indígena Guavirá Poty (ou “Flor de Guavirova” em português) é feito com matéria-prima coletada nos matos e campos da cidade.
Cacique Floriano diz que algumas das penas coloridas utilizadas são de origem comercial, mas todos os outros materiais como madeira, bambu, palha e porongos são coletados no acampamento onde estão, localizado na Linha Paraíso, ou na aldeia Yakã Ju, localizada no distrito de Buriti.
Um dos destaques da produção são as reproduções em madeira dos animais da mata. Floriano diz que são feitos de um tipo de madeira que ele chama de “curupi”, este tipo de matéria prima ele ainda encontra no acampamento onde mora com outras seis famílias, cerca de 30 pessoas. Floriano narra que a palha e a taquara, ele consegue na reserva da Aldeia Yakã Ju, localizada no distrito de Buriti.
A exposição na Praça Pinheiro Machado tem a finalidade de divulgar o trabalho deles para estudantes que passam pela praça fazendo turismo de estudo e se alguém se interessar estão livres para adquirirem o artesanato e ajudar na manutenção da comunidade.

Guavirá Poty (Copy)

Neste artigo

Participe da conversa