Autorizada licitação para confecção dos projetos de ampliação do aeroporto

Obras permitirão embarques em aeronaves com o dobro da capacidade atual

168 1

O edital dos projetos de ampliação e modernização do aeroporto Sepé Tiaraju, de Santo Ângelo, deverá ser lançado nas próximas semanas. Na última quarta-feira, dia 9, o governo do Estado recebeu a autorização da Secretaria da Aviação Civil – vinculada ao Ministério da Infraestrutura – para iniciar o processo de licitação.

Aeroporto Regional Sepé Tiaraju em Santo Ângelo - Novo terminal de passageiros terá área cerca de três vezes maior do que o atual - Foto: Divulgação Selt
Aeroporto Regional Sepé Tiaraju em Santo Ângelo – Novo terminal de passageiros terá área cerca de três vezes maior do que o atual – Foto: Divulgação Selt

Com custo estimado em R$ 700 mil, os projetos básico e executivo preveem a construção de um novo terminal de passageiros, com 1,2 mil metros quadrados – área cerca de três vezes maior do que a atual –, a ampliação do pátio para aeronaves e melhorias na segurança da pista de pousos e decolagens.

Após a execução das obras, o aeroporto poderá receber aeronaves com capacidade para mais de 140 passageiros. Atualmente, a estrutura do Sepé Tiaraju comporta, no máximo, voos comerciais com 72 assentos.

O secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, considera a reforma e ampliação do aeroporto de Santo Ângelo um marco para o desenvolvimento das Missões. “Trata-se de um investimento estratégico para impulsionar essa importante região do Estado, que se notabiliza não só pela produção agrícola e industrial, mas também pelas atrações turísticas reconhecidas internacionalmente”, destaca. “A qualificação dos nossos aeroportos é fundamental para agilizarmos negócios e aproximarmos pessoas.”

A empresa vencedora da licitação terá prazo de seis meses para entregar os projetos. Os recursos são provenientes do Fundo Nacional de Aviação Civil.

Neste artigo

Participe da conversa

1 comentário

  1. Claudio Lemes Louzada Responder

    A notícia parece boa. Mas, a depender do tradicional viés do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o aeroporto terá uma pista de pouso pequena e curta. Veja os recentes projetos em andamento, CAXIAS DO SUL em Vila Oliva 1.930 x 45m e PASSO FUNDO 1.900 x 30m.

    Há concretos indicativos que atualmente a pista MODERNA, BÁSICA e MÍNIMA tem (no Brasil) em torno de 2.300 x 45m e resistência para 95 toneladas ou superior para atender as cidades médias e de alto potencial de tráfego. Na China aeroporto regional tem pista mínima de 2.500 x 45m.

    Cito a recém-inaugurada pelo Governo Federal em setembro na cidade de Vitória da Conquista–BAHIA de 2.200 x 45m e 90 toneladas, Jericoacoara–CEARÁ 2.200 x 45m, a extensão (em preparo e andamento) de pista em Porto Seguro–BAHIA de 2.000 para 2.300 (2.300 x 45m), Maringá-PARANÁ de 2.100m para 2.390m, Florianópolis-SANTA CATARINA 2.400 x 45m ou ainda a em licitação de Maragogi-ALAGOAS de 2.200 x 45m.
    Todas prevendo receber sem restrições operacionais os jatos regionais 135-145 lugares, o Airbus A320-NEO (Azul e Latam) e Boeing B737-MAX (Gol), 180-220 passageiros dependendo da versão e configuração adotada pela empresa.

    Saudações e bons voos,