Sexta-feira – 24/12/2010

DE TRIVELAQue venha 2011!Ocorreram muitos fatos positivos em 2010, outros nem tanto, mas isso faz parte da vida, nem tudo é um mar de rosas. No futebol, a...

437 0

DE TRIVELA
Que venha 2011!
Ocorreram muitos fatos positivos em 2010, outros nem tanto, mas isso faz parte da vida, nem tudo é um mar de rosas. No futebol, a nossa seleção brasileira foi batida pelos holandeses, o Santos sagrou-se campeão da Copa do Brasil, o Fluminense, depois de 26 anos, chega ao topo no brasileirão, e o  glorioso Internacional conquistava em agosto pela segunda vez em sua história as Américas. Apesar do favoritismo, o colorado dos pampas sucumbiu diante dos africanos causando um enorme constrangimento em sua fiel torcida. Embora a dor permaneça pela eliminação precoce em Abu Dhabi, o saldo colorado em 2010 foi positivo, pois o Inter venceu o torneio mais charmoso e rentável das Américas. Que venha 2011, estaremos preparados e sedentos por títulos e conquistas!
Bomba
O presidente eleito do Internacional Gioveni Luigi vai ter que suar sangue para manter o sucesso de seus antecessores. A notícia publicada na edição de terça-feira no jornal Correio do Povo, da Capital em que o clube do povo atravessa uma série crise financeira poderá comprometer seus planos para 2011. Segundo a informação do veículo de comunicação, o clube já se socorreu de empréstimos para quitar salários e o 13° e ainda antecipou algumas verbas destinadas à nova gestão. Se isso for verdadeiro, Luigi e seus aliados estão com uma verdadeira bomba nas mãos. O que espanta e causa surpresa é como um clube que tem um quadro social superior a 100 mil sócios pode “teoricamente” estar endividado. E as obras no Gigante da Beira-Rio como ficam? Esperamos que isso seja boatos e especulações.
Freud
Tem coisas que nem Freud explica. Uma delas é a decisão da direção, ou melhor, a ordem de Fernando Carvalho em bancar Roth para a próxima temporada. Por incrível que possa ser a única possibilidade de Celso Roth não permanecer no comando técnico do clube é sua pedida salarial.
As costumeiras indecisões do técnico, a eliminação vergonhosa em território árabe, as substituições equivocadas e sua incapacidade de mobilização não foram argumentos suficientes para demoverem os dirigentes. A voz da torcida foi ignorada. Roth fica e fica também a incerteza em relação ao futuro, sem falar no imenso descontentamento da torcida!
Folga
A coluna De Trivela para temporariamente. Gostaria de agradecer os elogios e as raras críticas sofridas durante o ano.
As flautas, com certeza terão continuidade, pois, ninguém ganha todas. Voltamos no final de Janeiro a menos que o Arlindão resolva não renovar o meu contrato. A todos os meus fiéis eleitores, desejo do fundo do meu coração um ótimo natal e um 2011 repleto de felicidades!
Pensamento
“Otimista é aquele que olha nos seus olhos; pessimista é aquele que olha nos seus pés.” (Gilbert Keith Chesterton) *Um ótimo e abençoado final de semana!

Neste artigo

Participe da conversa