Santo Ângelo esteve representada no Circuito #CulturaGeraFuturo

O Ministério da Cultura (MinC) promoveu, na segunda-feira , dia 21, em Porto Alegre, a décima terceira edição do Circuito #CulturaGeraFuturo, que tem por objetivo capacitar gestores e...

166 0

FOTO COM MINISTROO Ministério da Cultura (MinC) promoveu, na segunda-feira , dia 21, em Porto Alegre, a décima terceira edição do Circuito #CulturaGeraFuturo, que tem por objetivo capacitar gestores e produtores culturais para que estes possam ter mais chances de acesso aos recursos de fomento à cultura do Governo Federal. Em Porto Alegre, o evento foi aberto pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. Realizado no Theatro São Pedro, teve a participação de centenas de artistas, produtores culturais, gestores públicos e incentivadores.
Santo Ângelo esteve representado pela produtora cultura, Odila Motta, da MK Produções Culturais. Em conversa com Sérgio Sá Leitão, Odila convidou o Ministro para conhecer as “Missões” e analisar a possibilidade de realizar uma reunião da CNIC, ele ressaltou que tem grande desejo pessoal em visitar a região. Durante sua apresentação, o Ministro também apresentou os investimentos em São Miguel Das Missões de R$ 27,6 Milhões. Etapa preparatória: Implantação de sistema de proteção contra descargas atmosféricas nas Ruínas de São Miguel; Implantação do Complexo Cultural do Sítio de São Miguel Arcanjo: sede do Iphan, anexo do Museu das Missões, Centro de Atendimento ao Turista, Centro de Interpretação das Missões e Centro Cultural.
Na abertura do encontro, Sá Leitão apresentou dados que destacam a força da cultura como eixo de promoção do desenvolvimento econômico do Brasil. Detalhou, também, as principais realizações do MinC e o aumento dos investimentos previstos para este ano. “Em 2018, há R$ 1,43 bilhão em recursos disponíveis para incentivo a projetos via Lei Rouanet em todo o Brasil e cerca de R$ 1,5 bilhão para o fomento ao audiovisual, via Fundo   Setorial do Audiovisual (FSA) e Lei do Audiovisual. Nosso objetivo é fazer com que os recursos cheguem a um número cada vez maior de projetos, de diferentes regiões”, ressaltou. Sá Leitão ressaltou aos produtores culturais e artistas presentes ao Circuito #CulturaGeraFuturo que o evento é fundamental para o público saber mais sobre o que o Ministério da Cultura tem pensado e feito para garantir a execução de políticas culturais que estejam em consonância com a realidade de cada um dos estados.
De acordo com o ministro, por razões políticas, uma visão equivocada sobre a cultura tem sido difundida como forma de atacar o trabalho desenvolvido por agentes culturais. “Essas ações podem ter um impacto ruim sobre a nossa atividade. Precisamos valorizar aquilo que nós fazemos e mostrar como o conjunto da sociedade se aproveita da cadeia produtiva da cultura. Nossa missão é fortalecer as atividades culturais e criativas em todas as regiões brasileiras, elevando sua contribuição para o desenvolvimento do País”, disse.

Neste artigo

Participe da conversa