Noroeste pronto para decolar

Com 30 metros de largura e extensão de 1.615 metros, a nova pista do Aeroporto Sepé Tiaraju está apta a receber as aeronaves que compõem a frota das...

601 0

As obras de remodelação do Aeroporto Regional de Santo Ângelo serão entregues no próximo domingo, dia 22, pelo governador José Ivo Sartori. A pista já estará liberada para pousos e decolagens. A informação foi confirmada ao prefeito Valdir Andres pelo secretário Estadual dos Transportes, Pedro Westphalen, ainda na terça-feira, dia 17. Com a notícia da liberação, na quarta-feira, dia 18, já havia movimentação de aviões do Aeroclube de Santo Ângelo.
A solenidade de entrega das obras da pista está prevista para às 14h30. Sartori deve chegar ao local do evento de avião, inaugurando a pista totalmente remodelada.
Para às 15 horas está previsto o salto de um grupo de paraquedistas do Clube de Paraquedismo de Santo Ângelo. O grupo também vai decolar da nova pista.
Às 16 horas acontece o show com o artista “prata da casa”, Cláudio Vargas e Gana Missioneira. Encerrando a programação, às 17 horas sobe ao palco a Banda Porto do Som, que interpreta a música “Tô valendo quase nada”, tema do personagem “Florisval” (Ailton Graça) da novela “Totalmente Demais” da Rede Globo.

Comenda da Cruz Missioneira será entregue a Padilha, Sartori e Westphalen

Durante a solenidade de entrega das obras da pista do Aeroporto Regional, no próximo domingo, 22, a Administração de Santo Ângelo, através do prefeito Valdir Andres concederá a Comenda da Cruz Missioneira, ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha; ao governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori; ao secretário Estadual dos Transportes, Pedro Westphalen e ao engenheiro e ex-secretário adjunto dos Transportes, Humberto Canuso.
A homenagem será prestada pelo empenho e dedicação de Padilha, Sartori, Westphalen e Canuso na busca pela conclusão das obras da pista e reabertura do Aeroporto Regional de Santo Ângelo.
O prefeito de Santo Ângelo, Valdir Andres, destacou que diversos entraves contratuais, burocráticos e financeiros precisaram ser superados para que a obra fosse concluída e essas pessoas foram fundamentais nesse processo, por isso, merecem reconhecimento.

Neste artigo

Participe da conversa