Mais de 35 mil embarques e desembarques

Há quase dois anos, o primeiro ATR 72-600 da Azul pousava no Aeroporto Regional Sepé Tiaraju em Santo Ângelo, marcando o retorno dos voos regulares entre a capital...

161 0

DSC_0131 (2) (Copy)Há quase dois anos, o primeiro ATR 72-600 da Azul pousava no Aeroporto Regional Sepé Tiaraju em Santo Ângelo, marcando o retorno dos voos regulares entre a capital missioneira e Porto Alegre. Desde então, mais de 35 mil pessoas já embarcaram e desembarcaram na aeronave que opera quatro vezes por semana e tem capacidade para 72 passageiros. Segundo Mário Assis, que administra o aeroporto, desde o início dos voos (3 de julho de 2017), até a última segunda-feira, dia 4, foram contabilizados um total de 17.531 desembarques no Sepé Tiaraju. Já em relação aos embarques, o número chega a 17.472 pessoas.
Já o representante da unidade da Azul em Santo Ângelo, Leandro Loppe, destaca que os números são bastante positivos e ressalta que a taxa de ocupação dos voos gira de 85% até 92%.
Em Santo Ângelo, além dos voos regulares, a Azul Linhas Aéreas também oferece o serviço de transporte de cargas, que atende toda a região.
Os voos entre Santo Ângelo e Porto Alegre são realizados nas tardes das segundas, quartas, sextas e domingos e tem a duração de aproximadamente uma hora. Na capital do Estado, os passageiros têm a opção de realizar conexões para diversos destinos no Brasil e inclusive rotas internacionais atendidas pela Azul.

Ampliações do Aeroporto
Com 30 metros de largura e extensão de 1.615 metros, a pista do aeroporto recentemente foi totalmente remodelada e está apta a receber aeronaves que realizam voos regionais. Entretanto, o principal obstáculo que dificulta a ampliação de rotas e de número de voos é a falta de espaço no terminal, que fica lotado em dias de operação. No ano passado, foi concluído o anteprojeto para a ampliação. As melhorias estão orçadas em R$ 38 milhões. Além de um novo terminal de passageiros, também está previsto a construção do novo pátio de estacionamento de aeronaves, com seis posições, entre outras. A execução do projeto elevará a categoria do aeroporto e possibilitará o pouso e a decolagem de aviões de maior porte.
A necessidade de ampliação do aeroporto, inclusive foi um dos assuntos abordados pelo Governador Eduardo Leite, durante a Abertura Oficial da Colheita do Milho que ocorreu no mês passado em Santo Ângelo.

Neste artigo

Participe da conversa