De trivela

 

633 0

Deutschland

 

A Alemanha é tetra campeã. Com muito esforço, dedicação e principalmente organização, os germânios conquistaram seu quarto título mundial com imensa justiça. A Argentina foi valente, com a raça habitual vendeu caro a derrota. Teve inclusive as melhores chances de abrir o marcador, mas, seus atacantes não estavam em tarde inspirada. Comandados dentro de campo pelo exuberante e incansável Schweinsteiger a Alemanha apresentou o mesmo futebol ao longo da competição, ou seja, calculista, paciente, organizada e mortal no contra ataque. Um time formado sem estrelas, mas, um coletivo de encher os olhos. A melhor Copa de todos os tempos foi vencida pelo selecionado mais qualificado. De todas as seleções a Alemanha foi disparada a mais eficiente. No Maracanã, palco da grande decisão, entusiasmados alemães e brasileiros comemoravam aos gritos de Deutschland, Deutschland!

 

E o Brasil…

Não teve jeito. O Brasil não se recuperou da surra que levou da Alemanha e novamente foi goleado na decisão do 3° e 4° lugar no estádio Mané Garrincha. E desta vez não houve “apagão” de seis minutos. Durante pouco mais dos 90 minutos, o Brasil não viu a cor da bola e só não sofreu mais gols por que os holandeses tiraram o pé. Felipão e sua comissão técnica são páginas viradas. A CBF tem que agir de forma imediata e segura. Talvez quando o leitor estiver lendo a coluna, já tenha sido contratado o substituto de Scolari, mas, um sujeito calejado, que sentiu o sabor de ser campeão mundial não poderia agir de forma tão amadora. Felipão, Parreira e sua turma desprezaram a Copa. Imaginavam que tinha nas mãos um grande elenco e simplesmente abdicaram-se dos treinos. O resultado foi catastrófico. E ainda somos obrigados a ouvir em sua entrevista coletiva que a seleção progrediu e que ele Felipão classificou o Brasil para as semifinais, coisa que não aconteceu nas copas de 2006 e 2010. Tudo bem é verdade, mas em 2006, na Alemanha, caímos para a França e em 2010 para a Holanda ambos com um gol de diferença. E do fiasco? Ele também é um vencedor? Jamais vamos esquecer este mico SR LUIZ FELIPE SCOLARI!

 

Resumo da Copa

Todas as 32 seleções participantes da Copa no Brasil foram unânimes ao elogiar as estruturas, receptividade, transportes, aeroportos, estádios, restaurantes. A Copa, com exceção da seleção brasileira foi perfeita.

• Para mim os craques da copa foram Robben, da Holanda e, Schweinsteiger, da Alemanha

• Os dois gols mais bonitos: Cahill, da Austrália contra a Holanda, e James Rodrigues, da Colômbia contra o Uruguai.

• Artilheiro: James Rodrigues

• Revelação: Seleção da Costa Rica. Saiu do mundial de forma invicta.

• Média de público: 53 mil pessoas.

• Gols marcados: 171 em 64 jogos

• Melhor árbitro: Félix Brych da Alemanha

• Melhor jogo: Bélgica 2 X 1 Estados unidos

• Decepções: Brasil, Inglaterra e Itália.

 

Pensamento

“Para ter um negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem”. (Peter Drucker)

Neste artigo

Participe da conversa