Rompimento de adutora deixa 15 mil residências sem água

Uma adutora que conduz água potável da Corsan rompeu pela quarta vez na Av. Getúlio Vargas esquina com a Rua Sete de Setembro. A pressão e volume de...

79 0
Adutora 03 (Copy)
Conserto de uma adutora de 200 milímetros que rompeu na rótula da Av. Getúlio Vargas e Sete de Setembro. Foto Marcos Demeneghi
Adutora 02 (Copy)
Conserto de uma adutora de 200 milímetros que rompeu na rótula da Av. Getúlio Vargas e Sete de Setembro. Foto Marcos Demeneghi

Uma adutora que conduz água potável da Corsan rompeu pela quarta vez na Av. Getúlio Vargas esquina com a Rua Sete de Setembro. A pressão e volume de água que escapou do encanamento foi suficiente para destruir o asfalto e quase engolir uma retroescavadeira da Corsan.

A equipe da companhia chegou para fazer o reparo por volta das 8h30min de terça-feira, dia 26 e quando o operador da máquina posicionou o equipamento para iniciar a escavação a terra cedeu, exigindo esforço extra para contornar o problema. Uma rachadura em um cano de amianto provocou o estrago. A Corsan comunicou que retomaria o conserto às 22h da última sexta-feira, dia 29 com previsão de termino na madrugada de sábado.

Mais uma vez os comerciantes, moradores, condutores de veículos foram surpreendidos pela água e a terra que escorria pela sarjeta da Avenida. Houve confusão no trânsito e caminhões de grande porte ficaram presos no cruzamento, pois o traçado da rótula não permite que este tipo de veículo realize o contorno e sigam pela Rua Sete de Setembro.

“Não vamos retirar a terra da calçada”, disse a proprietária de um mercado que fica praticamente em frente do cano estourado. “Na última vez que isso aconteceu tivemos que retirar quase 20 carrinhos de mão com terra que ficou no passeio e na sarjeta. Todo este transtorno prejudica nossas vendas, o trânsito, estamos sem água, causa poeira e lama e desperdício de dinheiro público”. Completou a comerciante que estava se sentindo prejudicada com o rompimento da adutora.

O abastecimento de água foi interrompido nos bairros Boa Esperança, Oliveira, Santo Antonio, Menges, Ortis, Dido, Ditz, Haller, Jardim Sabo, Sepé Tiaraju e Centro Sul.

Neste artigo

Participe da conversa