Governadores na Rota Jesuítica

O 1º Encontro de Governança da Rota Jesuítica Internacional ocorrerá no Tenonde Park Hotel a partir das 9h de segunda-feira. Contará com a presença do governador José Ivo...

150 0

6515079657_ (Copy)

O turismo internacional da Rota Jesuítica estará em debate em São Miguel das Missões na próxima segunda-feira, dia 7 e vai reunir autoridades de cinco países no 1º Encontro de Governança da “Ruta Jesuítica Internacional”. O Governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, o governador da província argentina de Misiones, Hugo Passalacqua e o governador de Itapúa/Paraguai, Luis Gneiting já assinaram um acordo de unificação do projeto turístico que envolve países que compartilham a história das Missões Jesuíticas na América Latina.
Este acordo foi assinado em Porto Alegre no dia 13 de julho e na próxima segunda feira, o processo de unificação ganha força com 1º Encontro de Governança da Ruta Jesuítica Internacional, que ocorrerá no Tenonde Park Hotel a partir das 9h. Inclusive o ministro do turismo brasileiro, Marx Beltrão estará presente para discutir as propostas. Também está confirmada a presença do governo da Bolívia, Paola Parada; Alcalde de San Jose de chiquitos e presidente da região chiquitos, Germanis Caballero. Autoridades chegam em São Miguel no domingo, dia 6, para visitar as Ruínas e assistir ao espetáculo Som e Luz.
A construção de uma agenda comum entre os paises que compõe a Rota Jesuítica é considerada determinante para manter o foco de investimento e viabilizar a captação de recursos do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento que sinalizou com recursos na ordem de U$ 100 milhões.

1º Encontro de Governança da
Ruta Jesuítica Internacional
Os investimentos devem ser direcionados para suprir necessidades de Infraestrutura; Facilitação Turística; Cooperação Técnica; tanto no âmbito regional, quanto internacional. As necessidades iniciais foram identificadas e deram origem a cartas de compromissos e acordos internacionais assinados em encontros anteriores. As tratativas para formatar e potencializar o fluxo turístico da Rota Jesuítica internacional, já está em processo de elaboração desde o ano de 1994, quando foi assinado um documento internacional de comprometimento entre os países (dezembro de 1994).
A organização do evento é do governo do Estado do Rio Grande do Sul, em parceria com a Associação dos Municípios das Missões (AMM), Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, e outros apoiadores.

Necessidades elencadas

A – Infraestrutura
Construção da Ponte Internacional Porto Xavier (Br) – San Javier (Argentina).
Construção dos acesos a São João Batista, São Lourenço y São Nicolau (Brasil).
Internacionalização do Aeroporto ‘SEPE TIARAJU’ em Santo Ângelo (Brasil).
Sinalização turística para todo o Circuito Internacional da Rota Jesuítica.
Construção de centros de informação e atenção aos turistas.
B – Facilitação Turística
Facilitação para passageiros internacionais.
Unificação de critérios para ônibus.
C – Cooperação Técnica
Criação do Plano de desenvolvimento integrado entre as Missões dos três países.
Criação do Plano de Marketing integrado entre as Missões dos três países.

Pauta prevista

1) Relatório sobre os esforços de cada país
2) O progresso de atividades no projeto Ruta Internacional Jesuíticaa da América do Sul, no setor público e privado
3) Discussão sobre posicionamento de mercado e produção de material promocional integrado
4) Visita ao Papa Francisco e entrega do Ato de acordo para o
estabelecimento da Ruta Internacional Jesuítica da América do Sul
4-1 Organização da segunda Reunião da Ruta Internacional Jesuítica da América, que será realizada em Chiquitos/Bolívia
4-2 Projeto desenvolvido com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)
4-3 Reunião com ministros do Turismo/Cultura

Neste artigo

Participe da conversa