Construção da Ponte Internacional e recursos para o turismo pautam reuniões em Brasília

A obra da ponte internacional integra acordo firmado em 15 de dezembro de 2000, entre Brasil e Argentina, para viabilizar a construção conjunta de novas travessias sobre o...

99 0
Além da busca de recursos para a construção da ponte internacional, políticos da região aproveitaram para firmar apoio com instituições federais a fim de viabilizar projetos ligados ao turismo
Além da busca de recursos para a construção da ponte internacional, políticos da região aproveitaram para firmar apoio com instituições federais a fim de viabilizar projetos ligados ao turismo

Prefeitos e vereadores da região, liderados pela Associação dos Municípios das Missões (AMM) com apoio do deputado estadual Eduardo Loureiro, estiveram na Capital Federal na última terça-feira, dia 10, articulando a inclusão de recursos no Orçamento da União de 2018 para a construção da ponte internacional ligando o município de Porto Xavier com San Javier, na Argentina.
Conforme explicou o Presidente da Câmara Adolar Queiroz, que esteve representando o município de Santo Ângelo juntamente com o Prefeito Jacques Barbosa, na próxima semana, os deputados federais irão definir e votar as prioridades para a proposta orçamentária do ano que vem.
A expectativa é de que a construção da Ponte Internacional esteja entre os projetos a receberem emendas da bancada gaúcha.
A obra da ponte internacional integra acordo firmado em 15 de dezembro de 2000, entre Brasil e Argentina, para viabilizar a construção conjunta de novas travessias sobre o Rio Uruguai. Os estudos de viabilidade técnica, ambiental e econômica já estão concluídos. A ponte teria aproximadamente 900 metros de extensão.
Além da busca de recursos para a construção da ponte internacional, representantes de Santo Ângelo aproveitaram para firmar apoio com instituições federais a fim de viabilizar projetos ligados ao turismo e ao desenvolvimento da área industrial e econômica do município.
De acordo com o Chefe do Legislativo, recursos para o Natal Cidade dos Anjos também foram articulados junto à Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e BNDES.

Neste artigo

Participe da conversa