Bicicleta Floreira: Sustentável e colaborativa

Bicicleta Floreira ornamenta o passeio público na Rua Antunes Ribas e foi feita com peças que seriam descartadas

599 0
Bicicleta reciclada 02 (Copy)
Bicicleta Floreira no Passeio Público de Santo Ângelo – Foto Marcos Demeneghi

A floreira que ornamenta o passeio público em frente da residência de Elisa e Sílvio Pizetta na Rua Antunes Ribas, há cerca de um mês, foi construída com peças de varias bicicletas que seriam descartadas. A ideia inicial foi de Elisa e concebida para ser uma lixeira, mas quem materializou o projeto foi Sílvio e no final das contas, virou uma floreira montada com a colaboração de amigos que possuíam peças que iriam para o lixo.
Além das peças os amigos ajudaram com ferramentas e até mão de obra, como a solda que foi feita no próprio local com o aparelho e ajuda de um amigo. “A roda é de um tipo de bicicleta, o guidão é de outra” relatou Sílvio. O resultado surpreendeu a companheira e o objeto se consolidou como uma floreira que encanta quem passa.
Sílvio ainda contou que o quadro foi doado por outro amigo que possuía três deles abandonados em sua propriedade na zona rural. As demais peças que eram de outros modelos de bicicletas também seriam descartadas.
A cor amarela da “bicicleta floreira” foi uma escolha de Elisa, Sílvio executou com uma cor vibrante da linha automotiva que traz mais durabilidade para o acabamento e tem chamado a atenção de quem passa no local. Os moradores param, olham e até tiram fotos da charmosa bicicleta floreira.

Neste artigo

Participe da conversa