Orquestra ars barroca emociona público do Brique

Apresentação da Orquestra aconteceu na Praça Leonidas Ribas, no Show das Onze

134 0

deda0467-c443-456c-9c0a-d450243ff984A Orquestra Ars Barroca foi aplaudida em pé pelo público que compareceu no Show das Onze do Brique da Praça no último domingo dia 8. O concerto contou também com a participação especial do Coral Municipal de Campo Grande, da província de Misiones, Argentina.
O prefeito Jacques Barbosa foi convidado oficialmente pelo intendente municipal de San Ignácio Guazú, Carlos Jorge Alfara, representado pelo secretário de Cultura daquela cidade, para participar da Assembleia dos 30 Povos, a ser realizada nos dias 18 e 19 de maio, na Universidade Católica, no Paraguai.

A ORQUESTRA
A Ars Barroca é composta principalmente por jovens, foi criada há sete anos, no Paraguai, com o objetivo de preservar a música barroca, de origem jesuítica, tendo seu início com o projeto cultural musical “Sonidos de La tierra”. Atualmente está vinculada à Orquestra da Universidade Católica, campus de San Ignácio Guazú, no Paraguai, e do projeto Rota Jesuítica, tendo em seu repertório, além da música barroca, ritmos latino-americanos de diferentes épocas e música folclórica. No variado repertório apresentado no Brique da Praça, a Ars Barroca presenteou o público encerrando o concerto com a música “Canto Alegretense”.
A Ars barroca tem suas fileiras, conta com integrantes bolsistas da Orquestra Nacional Sonidos de la Tierra e da Orquetsra Mundial. A orquestra já realizou centenas de concertos no Paraguai e, no final de 2009, se apresentou no Senado da Nação Argentina, em Buenos Aires, e em diferentes países do MERCOSUL, da Europa e África.
Regida pelo maestro Luís Caballero e coordenada pelo artista plástico e professor de História Paraguaia Carlos Bedoya, a Orquestra Ars Barroca trouxe para o show no Brique da Praça, violinos, violas, violoncelos, violões, contrabaixo e outros instrumentos.

Neste artigo

Participe da conversa