Inicia a Era Luxa no Olímpico

437 0

Ex-jogador do Internacional, Wanderley Luxemburgo, técnico pentacampeão brasileiro, chega ao Grêmio com uma única missão: ganhar títulos de expressão

Está certo em afirmar que o técnico interino Roger deu um “nó tático” em Dorival Junior e o Grêmio venceu o clássico Gre-Nal na última quarta-feira, no Beira-Rio, por 2 a 1, com total justiça. Foi o segundo clássico dirigido por Roger na equipe gremista e a segunda vitória. O Grêmio mereceu a vitória e a classificação. E fim de papo.

Agora o papo é outro. Wanderley Luxemburgo, ex-lateral do rival Internacional em 1978, é o novo técnico gremista. Agora a missão é ganhar um título de expressão, algo não visto no Estádio Olímpico desde 2001, há exatos 11 anos.

Pela frente, o Grêmio tem a Copa do Brasil, o campeonato brasileiro e a Copa Sul-Americana. Lógico que, antes disso, há a semifinal da Taça Piratini amanhã, às 16h, diante do Caxias, na Serra Gaúcha. Quem vencer decide o 1º turno do campeonato gaúcho contra Juventude ou Novo Hamburgo.

A missão de Luxemburgo não é fácil. Como técnico de outras equipes ele sempre teve jogos difícieis no Rio Grande do Sul. No elenco gremista, soma-se a boa fase de Victor, Gilberto Silva, Kléber, Marcelo Moreno e Fernando. Mas, a torcida começa a cobrar por conquistas maiores do que o Estadual. E pela frente o elenco gremista precisará provar que pode dar voos mais altos. A vitória no clássico não diz muito.

A Copa do Brasil inicia no dia 7 de março para o Grêmio, em duelo diante do River Plate/SE, em Aracajú.

O técnico

Luxemburgo treinou o Bragantino, Flamengo, Guarani, Palmeiras, Corinthians, Santos, Atlético Mineiro, Cruzeiro, Ponte Preta, Paraná, Friburguense, Rio Branco, Campo Grande, América, Vasco da Gama, Democrata, Fluminense, All Ittihaad, seleção brasileira e Real Madrid.

Os títulos

Como técnico, venceu 5 campeonatos brasileiros: Palmeiras (1992 e 1993), Corinthians (1998), Cruzeiro (2003) e Santos (2004).

Conquistou 1 Copa do Brasil: Cruzeiro (2003) e 1 Campeonato Brasileiro da Série B, com o Bragantino em 1989. Pela seleção brasileira, conquistou a Copa América em 1999.

Neste artigo

Participe da conversa