Panelaço em frente a Faculdade CNEC

Sistema de ensino adotado pela Faculdade CNEC revolta alunos que fazem um panelaço para demonstrar o repúdio por uma decisão imposta pela mantenedora

486 0

Sistema de ensino adotado pela Faculdade CNEC revolta alunos que fazem um panelaço para demonstrar o repúdio por uma decisão imposta pela mantenedora

O panelaço contou a participação de um representante de cada curso para evitar aglomerações
O panelaço contou a participação de um representante de cada curso para evitar aglomerações

Acadêmicos da Faculdade CNEC não aceitam aulas remotas ministradas por professores de outras unidades da rede e realizam um panelaço para manifestar o seu repúdio. Além disso, encaminharam uma carta ao ministério público de Santo Ângelo e para a Mantenedora da CNEC localizada em Brasília, pedindo que a decisão seja revista e cancelada. Tendo em vista que, na opinião dos alunos a Unidade CNEC de Santo Ângelo está se transformando apenas em um polo de captação de alunos.

Os acadêmicos contam que a mantenedora agiu de forma sigilosa e aproveitou-se da pandemia para impor aulas remotas com professores de outras Unidades e Estados da Rede. No atual sistema imposto, foram selecionados somente alguns professores que ministram aulas para os diversos polos da Rede CNEC, o que nitidamente caracteriza um ensino EAD. Além de mudar o sistema sem aviso prévio, os alunos já sentem a perda dos vínculos acadêmicos, aos quais, se dispuseram no momento de assinar o contrato com a instituição de ensino.

Compreendem que a decisão da Mantenedora promoveu a quebra do contrato, perda da qualidade e dificuldade de acesso ao ensino. Com a modalidade imposta, deixa de existir a interação entre professores e alunos e até entre os próprios professores.

“Por isso protestamos, repudiando e exigindo a retomada das aulas para todos os cursos da CNEC de Santo Ângelo com nossos professores locais como ocorria no ano de 2020” informaram os representantes dos acadêmicos.

Leia um trecho da carta encaminhada:

“Repudiamos tal situação, e pedimos em CARÁTER DE URGÊNCIA que essa nova modalidade, intitulada de otimização, seja revista e cancelada, observando que isso materializa uma migração dos cursos de presenciais para em modalidade EAD; não constitui uma medida temporária em virtude da pandemia. Tal medida coloca todos os acadêmicos em situação extremamente delicada, trazendo prejuízos aos mesmos, tanto na interação Professor/Aluno, Aluno/Aluno e Professor/Professor, gerando constrangimento aos mesmos e às comunidades em que todos inseridos.

As aulas ministradas em turmas com elevado número de alunos dificulta a interação em sala de aula e a acessibilidade ao professor, tanto para esclarecimento do conteúdo quanto para debates, realizações de tarefas, apresentações de pesquisas. Isso também torna a Graduação insatisfatória, prejudicando os acadêmicos que hoje buscam uma formação que os torne aptos a exercerem suas profissões com excelência, rigor ético e profissionalismo nos cursos optados por cada um, desrespeitando a livre escolha Acadêmico/Faculdade, e desrespeitando também o Contrato de Serviços em Graduação Presencial. Inclusive, todas as propagandas de campanhas do vestibular, que por força da Lei nº 8.078/1990, integram o contrato de prestação de serviços educacionais, sempre foi enfatizado o ensino presencial e ministrado por professores da Faculdade CNEC Santo Ângelo.

Vale ressaltar que os normativos expedidos pelo Ministério da Educação (MEC) e Conselho Nacional de Educação (CNE) apenas autorizam mas não determinam o ensino remoto até dezembro de 2021, nem tampouco a priori faculta a famigerada otimização das Cadeiras dos Cursos.

Diante dos fatos, requeremos que a Mantenedora CNEC reconsidere a medida aqui questionada e por consequência determine e promova o retorno do ensino nas modalidades que desenvolvidas ao longo de 2020, sob a titularidade dos professores da Faculdade CNEC Santo Ângelo, a vigorar no início desse primeiro semestre de 2021, em vias de iniciar e com (re)matrículas em andamento”.

 

Neste artigo

Participe da conversa