O retorno das aulas da educação infantil continuam sem previsão em Santo Ângelo

Secretária Municipal de Educação explica que ainda não trabalha com a hipótese de recomeçar as aulas da educação infantil. Caso os municípios missioneiros permaneçam por mais de duas...

1232 0

O retorno às aulas da educação infantil na rede municipal, que abrange alunos de 0 a 5 anos, ainda não tem data prevista no município de Santo Ângelo. Mesmo que o governador tenha autorizado o reinício em 8 de setembro, a Secretaria Municipal de Educação não trabalha com a hipótese de retomada nesta faixa etária. Eliane Fátima Carpes Stiegelmeier que responde pela pasta da educação no município está alinhada com a Associação dos Municípios das Missões (AMM) e Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), entidades que publicaram um parecer contrário ao reinício das aulas da educação infantil em setembro.

Além disso, o governo do estado não decretou o retorno como foi noticiado em alguns veículos de comunicação, somente autorizou a retomada das aulas em datas que seguem um calendário de relaxamento das restrições. Além disso, o movimento de retorno às aulas só pode ser posto em prática depois que o município alcance duas semanas consecutivas na bandeira amarela ou laranja, que não é o caso de Santo Ângelo.

Secretária Municipal de Educação Eliane Fátima Carpes Stiegelmeier
Secretária Municipal de Educação Eliane Fátima Carpes Stiegelmeier

Conforme apresentado pela assessora Leany Lemos, do Comitê de Dados e do Gabinete de Crise do estado, o retorno será facultativo. Desta forma, o governo retira a proibição de funcionamento, mas a decisão caberá aos municípios, às escolas e aos pais, nesta ordem.

Na prática, a normativa estadual somente autoriza o município a retomar às aulas presenciais em um cenário de estabilidade dos casos de Coronavírus e com a autorização de prefeitos, uma nova avaliação será feita em âmbito regional no final do mês de setembro.

Caso haja uma melhora nos indicativos de saúde, a Secretaria Municipal de Educação trabalha com a possibilidade de retorno de alunos do ensino fundamental do 6º ao 9º ano para 28 de outubro e 12 de novembro para os anos inicias do 1º ao 5º ano. Na avaliação da secretária, nestas faixas etárias seria possível organizar, de modo escalonado e gradual, o retorno. No entanto, para os alunos da educação infantil que apresentam dependência física para realização de tarefas de higiene e alimentação, até mesmo de locomoção, o retorno será avaliado em um cenário seguro e quando já estiver disponível a vacinação em massa.

14ª Coordenadoria Regional de Educação

Na rede estadual, a 14ª Coordenadoria Regional de Educação fomenta a formação para as tecnologias da informação e comunicação aplicadas no processo de ensino, bem como, o esclarece dúvidas sobre o projeto do governo do estado denominado “Internet patrocinada”. Por meio de Webconferências os professores, diretores e coordenadores debatem e são instruídos sobre estes temas.

Nestes encontros mediados pela internet a Coordenadora Rosa destacou a importância de buscar a formação neste propósito. “Não temos uma fórmula mágica para vivermos na prática este momento. Precisamos rever novos conceitos, nossas práticas e com calma e tranquilidade focar em soluções, traçar estratégias, buscando ações que possam resolver situações que surgem, desta forma, auxiliando nossos colegas e alunos.”

As assessoras referência do NTE, Rosana Ciepanski Lopes e Aline Madrid Dornelles abordaram questões práticas do acesso à internet patrocinada, uso da plataforma Classroom, recuperação e atualização dos netbooks das escolas, entre outras questões referentes ao uso das tecnologias.

Ainda em setembro, a 14ª Coordenadoria Regional de Educação, juntamente com a URI Campus Santo Ângelo realizaram a 6ª Formação on-line sobre Ferramentas do Google For Education para professores e servidores das escolas estaduais da região de abrangência. Na oportunidade, o professor Nelson Knak Neto abordou o Google sala de aula avançado “Explorando recursos do Google: Jamboard”.

Segundo a Diretora do Departamento Pedagógico, Sandra Grasel, este encontro encerrou a série de lives da importante parceria com a URI Campus de Santo Ângelo. “Agradecemos o grupo de professores referentes em tecnologias da URI, que disponibilizaram um pouquinho de seu tempo para compartilhar este conhecimento, bem como a facilitadora desta formação, professora Rosangela Ferreira Prestes e o diretor acadêmico, Marcelo Paulo Stracke. Esta formação veio de encontro com o trabalho que estamos realizando neste ano desafiador. A tecnologia é uma grande aliada para nossas aulas e cada vez mais precisamos conhecer o potencial aproveitamento dos recursos das Ferramentas do Google For Education. Os encontros ficaram gravados e podem ser assistidos a qualquer momento no canal do YouTube: URI Santo Ângelo.

Neste artigo

Participe da conversa