Decreto Municipal impede o retorno das aulas presenciais em Santo Ângelo

Alunos do ensino médio, curso técnico e normal que estavam programados para retomada das aulas presenciais na terça-feira, dia 20, terão que esperar a liberação do município

222 0

Foi expedido na última segunda-feira, dia 19, o decreto municipal 3.958 que determina a suspensão, por tempo indeterminado, das aulas presenciais da rede pública no município de Santo Ângelo. Por conta desta determinação, os alunos do ensino médio, cursos técnico e normal da rede estadual não retornarão para as aulas presenciais que estavam programadas

A informação foi confirmada pela coordenadora regional de educação, Rosa Maria de Souza, que reforça a informação de que o artigo 1º do decreto refere-se à rede pública de ensino em todo o território do município de Santo Ângelo, deste modo, abrange tanto as redes do município, quanto, do estado e união.

Decreto municipal 3.958
Decreto municipal 3.958

A retomada das aulas presenciais do ensino médio, curso técnico e normal foi planejada e discutida por cinco meses, prevista para iniciar a partir desta terça-feira, 20 de outubro. Em todo o estado o governo investiu R$ 270 milhões na compra de equipamentos de segurança e de proteção para garantir o retorno seguro às escolas. Do montante, R$ 15,3 milhões foram destinados à compra de equipamentos de proteção individual (EPIs); 9,8 mil termômetros infravermelhos; 328 mil máscaras infantis; 1,9 milhão de máscaras infanto-juvenis; e 1,3 milhão de máscaras adultos.

De qualquer modo o retorno dos alunos não era obrigatório – pais e responsáveis podem decidir se querem que seus filhos vão à escola. Deste modo os alunos que teriam a opção de retornar terão que continuar com o ensino remoto.

 

Neste artigo

Participe da conversa