Portal das Missões e guardião do patrimônio cultural brasileiro

Nesta sexta-feira, dia 13, a cidade completa 30 anos, mas há muito tempo o lugar desperta sentimentos e histórias.

246 0

Entre IjuisDo mesmo modo que as porteiras se abrem e sedem passagem nas áreas rurais desta região do Sul do Brasil, o município de Entre-Ijuís se posiciona como o portão de entrada das missões e requisita o título de “Portal das Missões”. Nesta sexta-feira, dia 13, a cidade completa 30 anos, mas há muito tempo o lugar desperta sentimentos e histórias.
Afinal, Entre-Ijuís é passagem obrigatória para quem segue o fluxo do centro para o sul do País. Viajantes que pretendem adentrar na região das Missões aportam naquele município, que pode ser considerado o ponto de chegada e marco territorial de uma região com ricas histórias e belezas naturais.
O território Missioneiro é composto por 26 municípios. O nome Missões tem inspiração nas antigas Reduções Jesuíticas, nas quais padres e índios viviam de um modo autossustentável, prosperidade econômica e social ainda estudado pelos atuais moradores destes municípios.
No território de Entre-Ijuís é possível encontrar ruinas de edificações que guardam parte desta história. O Sítio Arqueológico de São João Batista está localizado no município de Entre-Ijuís a 6 quilômetros da BR 285, constitui-se um patrimônio Cultural Brasileiro.
O marco inicial de uma história contada e já registrada em obras remonta o ano de 1697, data em que foi fundada a redução de São João Batista pelo Padre Antônio Sepp, considerado o “Gênio das Missões”.
São João Batista surgiu a partir da divisão do povo de São Miguel Arcanjo e é considerado o berço da música nas Missões.
A Igreja de São João Batista foi toda construída com Pedra Cupim que também serviu de matéria prima para extração do ferro. Dizem os historiadores que foi em São João Batista que se realizou a primeira fundição de ferro da América Latina. Lá foram fabricados sinos, ferramentas agrícolas e instrumentos musicais que eram executados pelos índios. O coral e a orquestra de Sepp eram compostos por mais de 1000 índios.

Neste artigo

Participe da conversa