José Roberto de Oliveira será o Patrono da Semana Cultural

A 29ª edição da Semana Cultural terá como Patrono José Roberto de Oliveira, professor, escritor, engenheiro de Operação Civil, especialista em Administração, mestre em Desenvolvimento e um apaixonado...

446 0

José Roberto (ao centro) será o Patrono da Semana Cultural - foto Divulgação

A 29ª edição da Semana Cultural terá como Patrono José Roberto de Oliveira, professor, escritor, engenheiro de Operação Civil, especialista em Administração, mestre em Desenvolvimento e um apaixonado pela história e pela cultura missioneira. Ele aceitou o convite formalizado pelo prefeito Jacques Barbosa e pelo secretário municipal de Cultura e Esporte, Marco André München, representando a comissão organizadora do evento.

A Semana Cultural de Santo Ângelo será realizada de 08 a 17 de agosto, com o tema “Contando e contando as Missões”, homenageando a Redução de Santo Ângelo Custódio que, em 12 de agosto, completa 315 anos de fundação. A programação também homenageará a Biblioteca Pública Municipal Policarpo Gay que completa em meio à Semana Cultural, 75 anos de atividades.

Segundo o secretário de Cultura e Esporte, a programação será virtual, a exemplo dos últimos eventos culturais promovidos em período da pandemia, garantindo o acesso da população pelas redes sociais do município. “Toda a programação está sendo formatada e será divulgada nos próximos dias. Podemos adiantar que teremos intensas atividades artísticas e culturais durante a Semana Cultural”, informou München.

O PATRONO

José Roberto de Oliveira esteve reunido com a Comissão Organizadora da Semana Cultural formada pelo secretário e pelos colaboradores Carlos Alves, Cléber Warpechowski, Douglas Barbosa, Fernando Matiele e Rogério Peppe.

O homenageado nasceu em Santo Ângelo em 26 de abril 1959. É casado com Sílvia Regina de Oliveira, pai de Bibiana Mello de Oliveira e Sofia Mello de Oliveira.

Em seu relato, José Roberto revela que foi como professor da URI que se aproximou da história e cultura das Missões, por meio da Cartografia Missioneira, que tem como base para as informações para os livros que escreve sobre a saga Jesuítico-Guarani. Foi secretário de Turismo de Santo Ângelo, representante brasileiro no MERCOSUL, diretor de Desenvolvimento da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul, assessor e um dos fundadores do Ministério do Turismo e foi vice-prefeito de São Miguel das Missões.

É autor dos livros “Pedido de Perdão ao Triunfo da Humanidade”, “Índice de Capacidade Humana e Social do Desenvolvimento”, “Relatório da Guerra Guaranítica”, e estará lançando nos próximos dias a obra literária e histórica “M’Bororé, a Batalha”. Palestrante em diversos eventos nacionais e internacionais onde exalta a Cultura Missioneira, José Roberto de Oliveira foi o brasileiro que, em conjunto com missioneiros dos 30 Povos e Jesuítas, criaram a Nação Missioneira.

Neste artigo

Participe da conversa